compartilhe>

Apesar de trabalhadores penitenciários terem começado a ser vacinados nesta semana, SIFUSPESP manterá atendimento à distância enquanto durar pandemia do coronavírus 

 

por Giovanni Giocondo

O governo de São Paulo retornou todo o Estado para a fase vermelha da quarentena a partir da próxima segunda-feira(12). A decisão foi anunciada pelo Palácio dos Bandeirantes nesta sexta-feira(09), tornando mais flexível o acesso a determinados serviços considerados não essenciais, que haviam sido proibidos desde 11 de março na chamada “fase emergencial” do Plano SP para  coibir o avanço do coronavírus.

A medida valerá até o dia 18 de abril, e permite, entre outras reaberturas, o funcionamento das escolas particulares e públicas com até 35% da capacidade, desde que autorizadas pelas prefeituras onde estão localizados os respectivos estabelecimentos de ensino. Eventos públicos que incitem aglomerações seguem vetados, enquanto que bares e restaurantes só poderão funcionar no sistema de delivery.

A flexibilização acontece na mesma semana em que São Paulo bateu recorde de óbitos causados pelo coronavírus - 1.389 na terça-feira(06), totalizando mais de 80 mil mortes desde março de 2020. Até o momento, 80 trabalhadores do sistema prisional faleceram em virtude de complicações causadas pela COVID-19.

No sistema prisional, as visitas presenciais a detentos continuam proibidas, enquanto que os trabalhadores que fazem parte do grupo de risco para a doença deverão continuar afastados do trabalho presencial, conforme resolução interna da Secretaria de Administração Penitenciária(SAP).

Com o objetivo de continuar protegendo a categoria, que começou a tomar a primeira dose da vacina contra a COVID-19 na última segunda-feira(05), o SIFUSPESP manterá seu atendimento à distância, conforme vem acontecendo desde o início da pandemia do coronavírus, em março de 2020. Serviços administrativos, convênios, atendimento jurídico e da imprensa estão sendo feitos através de nossas redes sociais, e-mails e telefones.

Caso precise de qualquer um desses atendimentos, basta entrar em contato via mensagem com o número de Whatsapp (11) 94054-8179.

Os advogados das sedes regionais do SIFUSPESP possuem contatos específicos. Confira:

São Paulo: (11) 94054-8179

Araraquara: (16) 97400-7882

Avaré: (14) 97400-6790/ 16 99765-4345

Baixada Santista: (13) 98219-1139

Bauru: (14) 99777-7779

Campinas: (19) 99364-2105

Franco da Rocha: (11) 99869-4639

Itapetininga: (15) 99810-3303

Mirandópolis: (18) 99172-1592

Presidente Prudente: (18) 99794-0582

Presidente Venceslau: (18) 3272-3312

Ribeirão Preto: (16) 99393-9954

São José do Rio Preto: (17) 98172-0855

Sorocaba: (15) 3211-1838

Vale do Paraíba: (12) 99772-7036

Toda a direção e a Comunicação do SIFUSPESP continuam de plantão. Envie mensagem para o Whatsapp (11)  99339-4320, pelo e-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. pelo messenger, na página do sindicato www.facebook.com/sifuspespsindicato

A categoria também pode contar com o serviço gratuito de escuta enquanto durar a pandemia, um atendimento voltado ao bem-estar e à saúde mental dos servidores penitenciários. 

As sessões devem ser agendadas previamente com a psicanalista e educadora social Veridiana Dirienzo. Para isso, basta informar nome completo e telefone para contato pelo Whatsapp (11) 99354-1663. A psicanalista retornará o contato para marcar o dia o horário para atendimento.







O SIFUSPESP somos todos nós, unidos e organizados. Filie-se!

Fique por dento das notícias do sistema! Participe de nosso canal do Telegram:https://t.me/Noticias_Sifuspesp