compartilhe>

SIFUSPESP esclarece boatos que têm circulado nas redes e cobra um posicionamento do DISAP quanto à demora enfrentada pela categoria para emitir ou renovar o porte 

 

Por Redação SIFUSPESP

Diante de boatos que têm circulado nas redes e mídias sociais, o SIFUSPESP esclarece que o atual processo de regulamentação da Polícia Penal em São Paulo não suspendeu nem a emissão nem a renovação do porte de arma no Estado. 

O sindicato esclarece ainda que não procede a informação sobre Carteira de Identidade Funcional (CIF) emitida provisoriamente para o porte de armamento devido à regulamentação da Polícia Penal paulista. 

O que de fato tem ocorrido é uma demora na emissão do porte de arma por parte da Secretaria de Administração Penitenciária (SAP), e o SIFUSPESP têm cobrado explicações e providências junto ao Departamento de Inteligência e Segurança Penitenciária (DISAP). 

A alegação da DISAP para a morosidade é o tempo de impressão da documentação na gráfica oficial. A direção do sindicato segue cobrando uma solução para dar celeridade ao processo.