compartilhe>

SIFUSPESP reivindica à SAP um mecanismo que garanta que a diária seja paga também em janeiro, antes da liberação do orçamento anual 

Por Flaviana Serafim

O SIFUSPESP contatou a Secretaria de Administração Penitenciária (SAP) questionando sobre a Diária Especial por Jornada Extraordinária de Trabalho (DEJEP) para 2020, e a informação da SAP é de que está no Palácio dos Bandeirantes para análise e liberação do orçamento anual pelo governo estadual. 

A direção do sindicato é e sempre foi contrária à DEJEP e persiste na luta contra o déficit de trabalhadores, por valorização profissional e melhores salários a toda a categoria. Porém, o sindicato compreende que a diária é uma forma de aumentar a renda e garantir a sobrevivência dos policiais penais e dos demais servidores penitenciários.  

“A rotina é a mesma todo ano. Por isso solicitamos à SAP que tome providências, que tenha um mecanismo que garanta o pagamento neste mês mesmo antes da liberação da verba anual, com a DEJEP também no mês de janeiro”, defende Fábio César Ferreira, o Fábio Jabá, presidente do SIFUSPESP. 

O SIFUSPESP está apurando o excesso de convocações em janeiro e cobrou um posicionamento da SAP. Sem a DEJEP e com as muitas convocações, o servidor é convocado em Regime Especial de Trabalho Policial (RETP), mas não ganha nada em troca, critica a direção do sindicato. 

As informações serão divulgadas assim que a secretaria informar o que está ocorrendo e as providências que serão tomadas.