compartilhe>

 

A condução política é importante em processos em que a mobilização é forte. Vimos nestes dias a fúria, inteligência e vontade de luta de um setor de nossa categoria.

Isso porque em um grupo mobilizado há diversas vozes e opiniões. Uma potência grande de ação e pressão, que combinados a um trabalho estratégico de longo prazo, geram efeitos políticos. Nota-se que alguns agentes políticos do governo ainda encontram-se pouco adaptados a um cenário de forte mobilização, mas esse deve ser o tom dos próximos quatro anos, considerando que diante de nós há ações silenciosas que visam ataques como a privatização de parte (já não mais de todo) o sistema penitenciário.

 

A condução política consiste em observar o papel que cada um exerce no tabuleiro de xadrez da luta política, observar os compromissos que cada um declarou, e estabelecer uma organização dessas ações, ora cobrando e pressionando, ora dialogando, ora organizando de forma a gerar unidade em pontos comuns com apoio de uma ampla maioria. Temos agido assim com sensatez, com responsabilidade, sangue frio (ainda que nossa emoção nos cobre o contrário), para gerar conquistas para nossa categoria, e para impedir ataques, sobretudo.

 

Novo encontro na ALESP com líder do PSDB

Terminamos o dia de trabalho próximo das 20 horas desta 27 de março, com uma nova reunião, mais rápida dessa vez, com o Dep. Carlão Pignatari, presidente da bancada do PSDB, que nos permitiu perceber que há dentro do governo figuras que estão dispostas a abrir diálogo político, de forma a construir consensos. Mais uma vez, tal como fizemos no dia 20/03, o tema foi nossa pauta de negociação definida por ampla maioria de nossa categoria. Leia mais em: https://www.sifuspesp.org.br/noticias/6490-sifuspesp-busca-abrir-novo-canal-de-negociacao-e-dialogo-com-o-governo-do-estado-atraves-de-seu-lider-de-bancada-partidaria

 

O Deputado Carlão Pignatari(PSDB/SP) confirmou que já levou nossa pauta para o governo, o que consideramos positivo, uma vez que temos obtido deste canal de diálogo maior possibilidade de escuta e coerência na comunicação de seus atos.

 

O Deputado Carlão informou que o governo, neste momento, encontra-se focado em dar resposta às demandas das bancadas de deputados apoiadores, mas o mesmo se comprometeu a construir uma agenda dentro de um período próximo de um mês.

 

Nossa preocupação, neste momento, é que possamos manter um diálogo frutífero com o governo, sem necessitar de uma ação de alto impacto através de mobilizações de rua, ações de surpresa e medidas judiciais (já estrategicamente traçados e prontas). O valor da palavra dada e cumprida é o nosso ponto de partida para uma construção de uma agenda que faça o governo conhecer de fato nossos anseios e quem somos.

 

Chamada Já

Aprovados em diversos concursos encontram-se em luta. Lamentamos fundamentalmente o não chamamento de nossas guerreiras ASP feminino 2013, fica aqui registrado nosso respeito, pela força e honra dessas cidadãs paulistas.

Parabenizamos o nível de organização e força demonstrado pelos futuros AEVPs, aprovados no concurso de 2014, nestes dias tiveram bastante brilho nas ações de pressão em relação ao governo.

Sobre os concursos de AEVP 2014 e ASP 2014, o Dep. Carlão Pignatari, confirmou com palavra que tem peso, de que o governo impôs a construção de um cronograma de chamadas à SAP, para que ocorram novas convocações.

 

Mobilizações da categoria unida

Seguimos atentos e com força, estimulando a ampla mobilização da categoria que tende a crescer, como temos monitorado e estimulado, e com ênfase no processo de continuidade de negociações com setores chaves do governo que demonstrem maior disposição e coerência no diálogo com os servidores públicos penitenciários.

Repetimos que o SIFUSPESP tem estudado uma série de opções para gerar um cenário de real negociação com o governo, com aproximações sucessivas, não negando possibilidades de maior força, caso as portas sigam fechadas.

 

Orgulho de ser servidor penitenciário. O SIFUSPESP somos todos nós, unidos e organizados. Filie-se.