compartilhe>

Um dos efeitos da violência sentida pelos agentes é o surgimento de graves transtornos mentais

 

No próximo domingo, 24/02, a TV Record exibe a partir das 23h15, um programa especial para tratar dos riscos da profissão dos trabalhadores penitenciários.

O Câmera Record vai falar, por exemplo, sobre a eterna vigilância que os agentes precisam manter para a sua própria segurança e a de suas famílias, além das situações de crise a que são submetidos no exercício de suas atividades.

Muitas vezes, essa pressão cotidiana gera traumas para o resto das vidas dos servidores do sistema prisional, o que demanda um acompanhamento e tratamento permanentes.

A psicóloga Cíntia dos Santos Monteiro, colunista do site do SIFUSPESP e parceria do sindicato no atendimento de servidores com esses transtornos, considera o debate do tema fundamental para o entendimento das dificuldades e das consequências para a saúde mental que a categoria enfrenta ao lidar com a população carcerária.

A profissional, que fornece a partir dessas circunstâncias tão caóticas atendimento gratuito aos trabalhadores penitenciários na sede central do SIFUSPESP em São Paulo e também no Vale do Paraíba através da Clínica SIFUSPESP, convoca os servidores a acompanhar o programa da TV Record e conhecer um pouco mais sobre o tema, tão integrado à realidade dos agentes mas muitas vezes omitido e esquecido por parte do Estado.

Assista à prévia da reportagem no link: http://recordtv.r7.com/camera-record/videos/camera-record-mostra-a-rotina-perigosa-dos-carcereiros-21022019