compartilhe>

Devido ao aumento no número de casos de coronavírus e de internações em razão da doença, governo do Estado decidiu não flexibilizar atividades econômicas e manteve inalteradas fases em que se encontram regiões no chamado “Plano São Paulo”. SIFUSPESP mantém atendimento à distância para seus associados, enquanto afastamento de servidores da SAP que integram grupo de risco deve continuar

por Giovanni Giocondo

O governo de São Paulo decidiu prorrogar até 16 de dezembro o o estado de calamidade pública e a quarentena em todo o Estado, com o objetivo de reduzir o avanço da pandemia do coronavírus. A decisão tem como base o aumento no número de internações - com média móvel de 1.000 neste domingo (15) - alta de 18% em relação à semana epidemiológica anterior. Os dados são da Secretaria Estadual de Saúde.

Alegando “cautela” durante a coletiva desta segunda-feira (16), o governador João Doria (PSDB) afirmou que não haverá qualquer flexibilização nas atividades econômicas, conforme vinha acontecendo paulatinamente desde julho no Estado. Até o momento, aconteceram 40.576 óbitos confirmados em São Paulo que tiveram como causa o coronavírus, entre os 1.169.377 casos desde o primeiro registro, em março.

O afastamento dos servidores penitenciários que possuem comorbidades e fazem parte do grupo de risco para a COVID-19 deve ser prorrogado mediante resolução interna da Secretaria de Administração Penitenciária (SAP), que deve ser publicada entre esta terça e quarta-feira no Diário Oficial do Estado de São Paulo. Simultaneamente, também deve ser tornado público o decreto que prorroga a quarentena.

Enquanto durar a pandemia, o SIFUSPESP continuará fazendo à distância o atendimento de seus associados para todas as demandas, sejam elas administrativas, de seu departamento Jurídico ou da imprensa, assim como o diálogo com os diretores.

Para qualquer solicitação, basta enviar uma  mensagem pelo Whatsapp (11) 94054-8179. O  associado que precisar de contato direto com os advogados também pode fazê-lo pelo whatsapp, em qualquer um dos números abaixo, enviando mensagem para :

São Paulo: (11) 94054-8179
Araraquara: (16) 97400-7882
Avaré: (14) 97400-6790/ 16 99765-4345
Baixada Santista: (13) 98219-1139
Bauru: (14) 99777-7779
Campinas: (19) 99364-2105
Franco da Rocha: (11) 99869-4639
Itapetininga: (15) 99810-3303
Mirandópolis: (18) 99172-1592
Presidente Prudente: (18) 99794-0582
Presidente Venceslau: (18) 3272-3312
Ribeirão Preto: (16) 99393-9954
São José do Rio Preto: (17) 98172-0855
Sorocaba: (15) 3211-1838
Vale do Paraíba: (12) 99772-7036

 Direção e Comunicação em plantão

A diretoria do SIFUSPESP segue de plantão e à disposição de toda a categoria, assim como o Departamento de Comunicação, Envie sua mensagem para o Whatsapp (11) 99222-9118, ao e-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. ou ainda na página do sindicato no Facebook: www.facebook.com/sifuspespsindicato

Atendimento psicológico gratuito

Preocupado com o bem-estar e com a saúde mental dos servidores penitenciários, o sindicato também continua oferecendo o serviço gratuito de escuta enquanto durar crise do coronavírus, com sessões agendadas previamente e realizadas por Skype com a psicanalista e educadora social Veridiana Dirienzo. 

Para agendamento, envie mensagem ao Whatsapp (11) 99223-9065, informando nome completo e telefone para contato. A psicanalista entrará em contato para marcar o dia e horário mais adequados à realização do atendimento.