compartilhe>

 

Por Flaviana Serafim

O presidente do SIFUSPESP, Fábio César Ferreira, o Fábio Jabá, em conjunto com um grupo de concursados, esteve na tarde desta quinta-feira (5) em diálogo com deputados e deputadas estaduais de diferentes partidos na Assembleia Legislativa (Alesp) para tratar da convocação dos que passaram nos concursos públicos da Secretaria de Administração Penitenciária (SAP), e também de questões relativas à recém aprovada reforma da Previdência dos servidores públicos. 

O sindicato continua buscando apoio e pressionando os parlamentares para que intercedam quanto às convocações, sobretudo diante do enorme déficit de servidores que se aprofunda no sistema prisional, colocando os trabalhadores e trabalhadoras em risco, com consequências à saúde física e mental dos funcionários, além de prejudicar os serviços penitenciários. Entre os parlamentares contatos pelo sindicato estão a deputada Adriana Borgo (REPUBLICANOS) e Carlos Giannazi (PSOL). 

Borgo afirmou que vem cobrando a SAP constantemente quanto às nomeações e também quanto aos dados atualizados sobre o déficit de funcionários, e se comprometeu a reforçar as solicitações e a pressão sobre a secretaria. 

Enquanto os trabalhadores penitenciários sofrem com as precárias condições, estão em aberto os concursos de ASP e de AEVP de 2014, de ASP 2017 e da área meio de 2018. 

Jabá ressaltou a necessidade urgente de convocação dos concursados e a questão foi levada à sessão desta tarde no plenário Juscelino Kubitschek pelo deputado Giannazi (PSOL). Confira o vídeo no final do texto. 

“São vários os concursos em aberto, não há chamada e há muitos anos estamos denunciando isso. Inclusive o Tribunal de Contas do Estado de São Paulo num de seus pareceres em relação à aprovação das contas do ex-governador Geraldo Alckmin já fez esse destaque dizendo que há um déficit enorme de funcionários no sistema prisional, além da superlotação, e mesmo assim o governo não vem fazendo chamada dos aprovados”, criticou Giannazi na tribuna da Alesp

O parlamentar fez um apelo ao governador João Doria (PSDB) e o secretário Nivaldo Restivo, da SAP, para que façam a convocação imediata dos concursados, chamando atenção para o adoecimento dos servidores penitenciários devido ao déficit. Em seu discurso, Giannazi também parabenizou Jabá pela luta contra a aprovação da reforma da Previdência e criticou a truculência policial contra os manifestantes. 

No último dia 25, uma policial penal da Penitenciária Feminina de Guariba passou horas como refém de uma detenta da cela especial, e o episódio terminou com a servidora gravemente ferida no rosto, ouvido e braços. O caso levou o SIFUSPESP a formalizar denúncia junto à SAP, protocolada nesta quinta, e também provocou a troca da diretoria da unidade neste dia 4 de março (leia mais).

Em 29 de fevereiro, uma enfermeira foi agredida por um detento na enfermaria da Penitenciária “Desembargador Adriano Marrey”, de Guarulhos, sendo ferida na cabeça. Dias depois do caso, a servidora foi internada numa unidade de terapia intensiva (UTI) e diagnosticada com um ulcera nervosa.