compartilhe>

Diretores do SIFUSPESP estarão presentes e convocam categoria a se unir para pressionar o governador João Doria (PSDB) e o secretário de Administração Penitenciária, Nivaldo Restivo

 

por Giovanni Giocondo

O Centro de Detenção Provisória (CDP) de Caiuá será inaugurado na próxima segunda-feira (02), a partir das 15h. A nova unidade prisional terá capacidade para 823 detentos.

De acordo com informação oficial  divulgada pela Secretaria de Administração Penitenciária (SAP), a abertura do CDP contará com a presença do governador João Doria Jr. (PSDB) e também do secretário, Nivaldo Restivo.

Tendo em vista a tentativa, por parte de Doria, de aprovar a qualquer custo a reforma da Previdência junto à Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo, diretores do SIFUSPESP estarão em Caiuá para exigir um posicionamento do governador e do titular da pasta quanto aos riscos que a proposta representa para a aposentadoria dos servidores do sistema prisional.

Devido ao intenso descontentamento da categoria quanto à política de descaso e desrespeito para com os trabalhadores penitenciários que tem marcado a gestão do tucano, o sindicato convoca todos os servidores que não estiverem de plantão a demonstrar juntos sua indignação frente ao governo.

O endereço do CDP é o seguinte: Estrada Vicinal de Acesso, km-1, na altura do km 634+240m, da Rodovia Raposo Tavares, SP-270, a cerca de 10 minutos de carro do centro do município de Caiuá.

Os sindicalistas também querem conversar com Restivo a respeito de outras demandas do sistema, como a necessidade de um cronograma de nomeações para agentes de segurança penitenciária (ASPs), agentes de escolta e vigilância penitenciária (AEVPs) e profissionais de saúde, assistência social e oficiais operacionais e administrativos aprovados em concursos públicos recentes, entre outras temáticas. 

No último dia 9 de novembro, a SAP revogou mediante resolução a abertura de uma Lista Prioritária de Transferência Especial (LPTE) para a unidade. 

A decisão foi resultado de intensa pressão por parte do sindicato e de servidores que estavam anteriormente inscritos na Lista Prioritária de Transferência (LPT) para o CDP de Caiuá, que agora poderão finalmente dar início a seu trabalho na nova unidade.

Em tempo real, o SIFUSPESP vai trazer informações sobre a inauguração e também acerca das tentativas de diálogo com o secretário de Administração Penitenciária e com o governador do Estado.