compartilhe>

Trabalhadores penitenciários podem participar e concorrer a até R$30 mil na categoria “Segurança Pública”. Iniciativa de diversas organizações não governamentais, “Prêmio Espírito Público” visa trazer à tona boas práticas no setor

 

Estão abertas até o próximo dia 28/04 as inscrições para o Prêmio Espírito Público. O prêmio é uma iniciativa conjunta de diversas organizações não governamentais(ONGs), que tem como objetivo reconhecer e divulgar a trajetória de profissionais do setor público que “apesar das adversidades, contribuem para o país, geram impacto positivo na sociedade e melhoram a vida dos brasileiros”.

A Segurança Pública é uma das seis categorias contempladas com prêmios que podem chegar a até R$30 mil, além de uma viagem de imersão em referências internacionais do serviço público. Na edição do ano passado, o diretor da unidade prisional de Caucaia, no Ceará, Francisco Lino, foi um dos finalistas. A história dele pode ser conferida neste vídeo: https://www.youtube.com/watch?v=s3BJ7NuUxhw&fbclid=IwAR0CysQGkzCiNEAT41MMjmnB0NRBkyfc0Jukpc4ndXbqDjjnkgvgHv63yNc

Também podem participar do Prêmio Espírito Público servidores com práticas reconhecidas na Educação, Meio Ambiente, Saúde, Governo Digital e Gente, Gestão & Finanças Públicas. Entre as entidades organizadoras estão a Aliança (formada pelo Instituto República, Instituto Humanize, Fundação Lemann e Fundação Brava), Agenda Brasil do Futuro, Centro de Liderança Pública e a Fundação Itaú Social.

Superação, inovação e trabalho em equipe são algumas das virtudes selecionadas pelos avaliadores, que buscam em um cenário de crise econômica e descrença nas instituições públicas, “lançar luz sobre as trajetórias de homens e mulheres que dedicam suas vidas a trabalhar pelo bem comum”.

No sistema prisional brasileiro, narrativas como essas não faltam, mas a invisibilidade dos funcionários que fazem das unidades prisionais lugares mais sustentáveis, eficientes e humanos aparece como um empecilho que o prêmio pode ajudar a superar.

"Queremos ajudar a ressignificar a imagem do bom profissional público no Brasil e valorizar as pessoas que atuam diariamente em prol do país nas mais diferentes áreas", ressalta Eloy Oliveira, diretor-executivo do Instituto República, uma das entidades que organiza a iniciativa.

Além de reconhecer o trabalho e a trajetória de excelência de profissionais públicos, o prêmio almeja também estimular os profissionais a buscar soluções para seus desafios diários. "É preciso inspirar os profissionais públicos brasileiros a fortalecer seu protagonismo na busca de soluções para os desafios do país. Queremos mostrar histórias reais que incentivem talentos de todo o Brasil a entrarem na Administração Pública", acrescenta Marina Cançado, diretora-executiva da Agenda Brasil do Futuro.

O júri do prêmio vai selecionar três finalistas de cada área, que receberão R$ 10 mil como reconhecimento por seu trabalho. Os 18 nomes serão anunciados no dia 26 de julho e convidados a participar de uma viagem de imersão em setembro, com duração de uma semana e destino a ser definido, para conhecer instituições internacionais de referência no serviço público.

Na edição passada, os vencedores viajaram para Londres, capital da Inglaterra, onde visitaram instituições como o Parlamento, a Polícia Metropolitana e a Agência Nacional de Meio Ambiente.

Na etapa final, será escolhido um servidor destaque em cada área que levará um prêmio adicional de R$ 20 mil. A cerimônia de premiação dos vencedores acontecerá no dia 28 de outubro. O júri será composto por representantes do setor público, universidades, terceiro setor e empresas com atuação em cada categoria, além dos vencedores do prêmio no ano passado.

Na avaliação, serão consideradas quatro dimensões: resultados entregues para a sociedade (que avalia soluções que geraram resultados mensuráveis); contribuições técnicas no campo de atuação (na qual serão avaliadas novas ideias, ferramentas e aplicações desenvolvidas ao longo da trajetória do candidato); contribuição para o desenvolvimento de outros profissionais públicos (que verifica como o candidato é fonte de inspiração para seus colegas); e resiliência e superação de adversidades (que reconhece momentos que exigiram força dos candidatos para lidar com adversidades típicas do setor).

 

Inscrições

Profissionais públicos de todos os estados do Brasil e níveis federativos (municipal, estadual e federal) podem se inscrever no prêmio, desde que tenham, no mínimo, 10 anos de atuação no setor público brasileiro (mesmo que de forma não consecutiva), sendo pelo menos cinco deles na última década. São duas as possibilidades de inscrição:

auto-inscrição: o candidato preenche um formulário de inscrição preliminar, e, se for aprovado nesta etapa, deverá preencher e enviar o formulário de inscrição aprofundada, conforme as instruções oferecidas em cada um deles.

indicação: o profissional é indicado por alguém (um colega, chefe, funcionário, familiar, amigo, etc). A partir daí, o profissional indicado receberá um e-mail avisando sobre a indicação, estimulando-o a se inscrever.

Os formulários de inscrição estão disponíveis no site, onde também está o regulamento completo do Prêmio Espírito Público: www.premioespiritopublico.org.br.

 

Datas:

Indicações: 25/03 a 21/04.

Inscrições: 25/03 a 28/04.

Anúncio dos finalistas: 29/07.

Cerimônia de Premiação: 28/10.