compartilhe>

São Vicente

Quatro mulheres foram barradas com maconha ao tentarem entrar em unidades prisionais de São Vicente no domingo, dia 19 de agosto. Ao todo, foram apreendidos 424 gramas da erva com visitantes.

No Centro de Detenção Provisória, três mulheres tiveram a entrada interceptada pelos agentes de segurança. Duas delas carregavam maconha em suas roupas íntimas, a droga foi detectada pelo aparelho de escaneamento corporal. As visitantes, de 22 e de 29 anos, carregavam invólucros com 79 gramas e com 180 gramas da droga no bojo do sutiã. Ambas são companheiras de detentos da unidade.

A terceira visitante, de 20 anos, foi percebida pelos servidores com comportamento suspeito, antes de entrar na sala para a revista com o body scanner. Ao presenciar as intercorrências anteriores, a jovem tentou descartar um pacote com 65 gramas de maconha no chão do pátio, mas foi flagrada pelos agentes.

No mesmo dia, na Penitenciária "Dr. Geraldo de Andrade Vieira", a P1 de São Vicente, uma mulher de 24 anos foi surpreendida com 100 gramas de maconha ao ser submetida ao procedimento de revista por meio do escâner. Os agentes observaram um objeto estranho no interior de seu corpo. Ao ser informada que seria encaminhada para o Pronto Socorro Municipal, a visitante se negou a ser locomovida para o ambulatório e admitiu carregar a droga, retirada espontaneamente pela própria visitante.

As quatro mulheres foram encaminhadas para a Delegacia de Polícia, onde foi lavrado o Boletim de Ocorrência.

  

Suzano

Uma jovem foi barrada com 11,2 gramas de cocaína ao tentar entrar no Centro de Detenção Provisória(CDP) de Suzano no sábado, dia 18 de agosto. A droga estava escondida em uma garrafa com creme hidratante.

A apreensão aconteceu por volta das 9h30, quando os agentes de segurança penitenciária da unidade faziam a revista dos itens de higiene trazidos pela companheira de um detento. A visitante, de 19 anos, foi flagrada com 11 sachês de cocaína submersos no creme corporal.

A mulher e o entorpecente foram encaminhados para a Delegacia de Polícia, onde foi lavrado o Boletim de Ocorrência.

 

Fonte: SAP

http://www.sap.sp.gov.br/