compartilhe>

"A gente está vivendo uma crise sem precedentes. É inegável que as facções se potencializaram no nosso estado e hoje os nossos presídios funcionam como escritórios dos crimes. Quando do anúncio da lei dos bloqueadores, houve uma reação das facções porque elas vão ter seus interesses prejudicados. Era uma reação que a gente já esperava”, diz Valdomiro Barbosa, presidente do Sindicato dos Agentes e Servidores do Sistema Penitenciário do Estado do Ceará (Sindasp/CE).

Fonte: Correio Braziliense Brasil em  http://www.correiobraziliense.com.br/app/noticia/brasil/2018/03/25/interna-brasil,668536/ataques-no-ceara-podem-estar-associados-a-bloqueadores-em-presidios.shtml