compartilhe>

A morte da psicóloga Melissa de Almeida de Araújo em Catanduvas, no Paraná, teria sido um recado do PCC (Primeiro Comando da Capital) para agentes penitenciários dos presídios federais de Campo Grande (MS), Mossoró (RN), Porto Velho (RO), além da unidade da cidade paranaense.

É o que revela reportagem da Uol, apurada através de inquérito da PF (Polícia Federal) que resultou no indiciamento de seis pessoas, algumas delas em dívida com a facção criminosa paulista. Os alvos teriam sido escolhidos para atingir o Estado, uma vez que as penitenciárias mencionadas são mais rigorosas e dificultam regalias ilícitas para presos.

Reprodução: Boa Informação

Leia a matéria:

https://noticias.uol.com.br/cotidiano/ultimas-noticias/2017/12/05/pcc-usou-criminosos-em-divida-para-matar-psicologa-de-presidio-federal.htm

https://boainformacao.com.br/2017/12/morte-de-psicologa-paranaense-foi-recado-do-pcc-para-agentes-em-ms-e-mais-tres-estados/