compartilhe>
Foto: Divulgação SCJ-TO

Uma série de rebeliões por presídios do Brasil aconteceram nos últimos cinco dias. Os funcionários das penitenciárias onde os motins ocorreram ainda encontram-se em estado de alerta. Dia 28/09 uma rebelião em Santa Izabel, região metropolitana de Belém/PA, no Centro de Recuperação Penitenciário do Pará II (CRPP II). Quatro agentes penitenciários foram feitos reféns após uma tentativa de resgate na unidade prisional.

No dia 02/10, Distrito Federal, doze presidiários ficaram feridos durante um princípio de rebelião no Centro de Inserção Social (CIS) de Luziânia. O tumulto iniciou, segundo a Diretoria-Geral de Administração Penitenciária (DGPA), após os agentes prisionais iniciarem revistas nas celas e os presos resistirem à ação.

Já no Tocantins, no presídio Barra da Grota, em Araguaína, na mesma data, seis pessoas foram feitas reféns, quatro ficaram feridas e foram deixadas para trás. Uma professora e o chefe do plantão da unidade foram levados pelos criminosos. Ao todo, 28 presos escaparam pela porta da frente da unidade. Dez morreram em confronto com a polícia. A rebelião teve duração de 28h, tendo fim na manhã de quarta-feira (03/10).

 

Leia as matérias:

https://g1.globo.com/pa/para/noticia/2018/09/28/presos-fazem-agentes-penitenciarios-refens-em-motim-no-crppii-em-santa-izabel.ghtml

https://g1.globo.com/to/tocantins/noticia/2018/10/03/o-que-se-sabe-sobre-a-rebeliao-e-fuga-do-presidio-barra-da-grota-em-araguaina.ghtml

http://www.ohoje.com.br/noticia/cidades/n/155818/t/doze-detentos-ficam-feridos-apos-rebeliao-em-presidio-em-luziania

https://noticias.r7.com/cidades/rebeliao-em-presidio-de-to-tem-9-mortos-19-foragidos-e-2-refens-03102018