compartilhe>

Equipamento irregular foi enviado por correspondência a detento que cumpre pena no CDP da cidade

 

por Giovanni Giocondo

Policiais penais do Centro de Detenção Provisória(CDP) de Cerqueira César, no interior paulista, conseguiram apreender um chip de celular enviado por um familiar via correspondência para um preso que cumpre pena na unidade.

O equipamento estava escondido dentro de um pacote com fumo de corda, utilizado para a confecção de cigarros.

De acordo com as informações repassadas pelos servidores ao SIFUSPESP, a apreensão aconteceu durante uma fiscalização de rotina, feita na presença do sentenciado.

Foi aberto um procedimento de apuração disciplinar para identificar a responsabilidade do detento na irregularidade, enquanto a pessoa que fez o envio do chip foi suspensa do rol de visitas. Também foi registrado boletim de ocorrência na delegacia da cidade.