compartilhe>

Vítima de um assalto em que levou três tiros nesta quinta-feira (6), Kleber Clayton Klaus da Silva passou por cirurgia no Hospital Ermelino Matarazzo e precisa urgentemente de doações em qualquer banco de sangue de SP, basta informar o nome do policial penal. O SIFUSPESP conta com a solidariedade da categoria. 

Por Flaviana Serafim

Vítima de três tiros após um assalto nesta quinta-feira (6), o policial penal Kleber Clayton Klaus da Silva, do Centro de Detenção Provisória (CDP) Dr. Calixto Antonio, de São Bernardo do Campo, passou por cirurgia no Hospital Ermelino Matarazzo e precisa com urgência de doação de sangue. 

O SIFUSPESP conta com a solidariedade da categoria fazendo doações em qualquer banco de sangue de São Paulo, bastando informar o nome do policial penal. Um dos locais onde é possível fazer a doação fica na Alameda Rodrigo de Brum nº 1989, na Vila Paranaguá, próximo ao Hospital Ermelino Matarazzo, na zona leste da capital paulista. 

As doações podem ser feitas de 2ª a 6ª feira, das 8h às 12h. É preciso estar alimentado antes de fazer a doação e informar o nome do policial penal ao banco de sangue. 

Durante o assalto, Silva levou dois tiros nas costas e um no rosto, teve seu armamento e motocicleta roubados. O quadro é grave, pois além da face, os tiros atingiram a coluna, pulmão, baço e fígado. 

O policial penal está recebendo apoio da diretoria da unidade e da Coordenadoria de Unidades Prisionais da Região Metropolitana de São Paulo (Coremetro).

A moto é uma Honda/CG 150 Titan, placa DZS 6955, de Mauá, na Grande São Paulo.