compartilhe>

Apoio da bancada do PSB a luta de servidores é muito importante e pode significar derrota,  na Alesp, do projeto que confisca aposentadorias. Ex-governador é presidente do partido em São Paulo

 

por Giovanni Giocondo

O presidente do SIFUSPESP, Fábio Jabá, e representantes de servidores de diversas categorias se reuniram nesta segunda-feira (15) com o presidente do PSB de São Paulo, o ex-governador Márcio França. Em pauta, prioridade total para a discussão que envolve a proposta de reforma da previdência enviada pelo governador João Doria (PSDB) para análise da Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo(Alesp).

No encontro, Jabá pediu a França apoio do partido ao pleito do funcionalismo paulista, que luta contra o projeto que promete pôr fim ao direito dos trabalhadores a uma aposentadoria digna. De acordo com o ex-governador, a orientação dada aos parlamentares será para que votem contra a Proposta de Emenda Constitucional (PEC) 18/2019 e o Projeto de Lei Complementar (PLC) 80/2019, que estabelecem a reforma da previdência.

A bancada do PSB é uma das maiores do legislativo paulista, com oito deputados entre os 94 do atual mandato, perdendo apenas para PT, PSDB e PSL. O apoio integral da sigla aos trabalhadores pode ser decisivo para impor uma nova derrota a Doria, que já acumula três reveses judiciais nas últimas semanas, a partir da suspensão da tramitação da PEC por parte do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo (TJ-SP).