compartilhe>

A Secretaria da Administração Penitenciária (SAP) informa sobre as apreensões realizadas no último final de semana, 8 e 9 de dezembro, com visitantes de presídios em todo o estado.

Todos os casos foram registrados por meio de boletim de ocorrência e os visitantes flagrados foram automaticamente suspensos do rol de visitas.

Em cada uma das apreensões, os presos foram isolados e respondem a Procedimento Disciplinar para apurar a cumplicidade daqueles que receberiam os materiais ilícitos.

 

Suzano

Uma visitante, de 19 anos, foi barrada ao tentar entrar no Centro de Detenção Provisória (CDP) de Suzano com mais de 80 gramas de entorpecentes dentro da genitália. quando a jovem passou pelo aparelho de escâner corporal, as servidoras perceberam um objeto estranho dentro de seu corpo. Ao ser questionada, a suspeita confessou que trazia um invólucro com 71,5 gramas de pasta de cocaína e 10 gramas de maconha no órgão genital. A droga seria entregue a seu companheiro, preso na unidade prisional.

 

São Vicente

Duas mulheres foram flagradas ao tentarem entrar no Centro de Detenção Provisória "Luis César Lacerda", o CDP de São Vicente, com quase 80 gramas de drogas e outros ilícitos, a apreensão foi realizada graças ao trabalho de agentes de segurança, que faziam a revista de visitantes.

Uma jovem de 19 anos, companheira de um detento da unidade prisional, foi surpreendida ao passar pelo aparelho de escaneamento corporal com entorpecentes escondidos no forro de duas calcinhas que usava. Ao desconfiarem das imagens geradas pelo scanner corporal, as servidoras questionaram a suspeita, que confessou trazer 24 gramas de maconha em uma peça íntima e 32 gramas de cocaína em outra.

Em seguida, uma mulher de 24 anos foi barrada ao passar pelo escâner. As funcionárias do CDP observaram um volume atípico na região pélvica da suspeita. Inicialmente, a visitante alegou que estava utilizando um absorvente, mas acabou por confessar que trazia ilícitos em uma faixa de gaze enrolada nas pernas. Ao todo, foram apreendidos 27 cigarros aromatizados, proibido em unidades prisionais, papel de seda e uma porção de 22 gramas de maconha.

  

Potim

Uma mulher foi flagrada com 17 gramas de maconha ao tentar entrar na Penitenciária “AEVP Jair Guimarães de Lima”, a P1 de Potim, a apreensão aconteceu graças ao empenho das agentes de segurança, que realizavam a revista em visitantes.

A partir de imagens geradas pelo escâner corporal, as servidoras observaram um objeto estranho na região pélvica da suspeita, de 28 anos. Ao ser indaga, a visitante confessou que trazia um invólucro com droga em seu corpo e entregou, espontaneamente, para as funcionárias. A erva seria entregue a seu companheiro, sentenciado na penitenciária.

 

Leia a matéria:

http://www.sap.sp.gov.br/noticias/pauta-11-12-18.html#top