compartilhe>

Potim

No domingo, (11/11), no início da tarde, uma jovem foi flagrada com 23 gramas de maconha escondida em seu corpo na Penitenciária “AEVP Jair Guimarães de Lima”, a P1 de Potim, ao ser submetida à revista por meio do scanner corporal. A mulher entregaria a droga a seu companheiro, sentenciado na unidade, e admitiu o ato ilegal após ser questionada pelos servidores.

São Vicente

No início da manhã de domingo, os servidores do Centro de Detenção Provisória "Luis César Lacerda", o CDP de São Vicente, barraram a entrada de uma mulher de 36 anos que trazia 265 gramas de maconha na calcinha. A droga estava no forro da roupa íntima, simulando um bojo para as nádegas.

Na Penitenciária "Dr. Geraldo de Andrade Vieira", a P1 de São Vicente, as funcionárias identificaram um objeto estranho na região pélvica de uma visitante de 28 anos, pelas imagens do escâner. Ao ser questionada, a suspeita negou carregar qualquer ilícito e foi encaminhada para exame de raio-X no Pronto-socorro local, onde foi confirmado que ela trazia um invólucro com 166 gramas de maconha na parte íntima.

Pouco mais tarde, na Penitenciária 2 de São Vicente, uma jovem de 24 anos também precisou ser conduzida ao Pronto-socorro para exames, depois de negar trazer ilícitos no seu corpo, mesmo após a análise das imagens geradas pelo scanner corporal apontar um objeto estranho na região pélvica da visitante. Após o raio-X, foi constatado que a suspeita carregava invólucros com 70 gramas de maconha e 51 gramas de cocaína na genitália.

  

Praia Grande

No domingo, a mãe de um recluso do Centro de Detenção Provisória "ASP Charles Demitre Teixeira", o CDP de Praia Grande, foi surpreendida com 116 gramas de maconha escondidas dentro do órgão genital. A mulher, de 40 anos, admitiu que trazia a erva e retirou o conteúdo espontaneamente em sala reservada.

 

 

Leia a matéria:

http://www.sap.sp.gov.br/noticias/pauta-12-11-18-1.html#top