compartilhe>

Projeto de lei barrado pela Prefeitura permitiria entrada gratuita de trabalhadores penitenciários em eventos culturais e esportivos na cidade

 

Os vereadores de Mirandópolis adiaram para o próximo dia 19/11 a votação que prevê a derrubada do veto ao projeto de lei municipal que isenta trabalhadores penitenciários de pagar pelo ingresso em eventos culturais e esportivos organizados na cidade.

A decisão foi adotada durante sessão ordinária da Câmara Municipal realizada na noite desta segunda-feira, 05/11.

A proposta, de autoria do vereador Carlos Sanches(PSDB), havia sido aprovada pelo legislativo mas acabou vetada pela prefeita Regina Célia Araújo(PV).

De acordo com informações apuradas pelo SIFUSPESP, a derrubada ao veto do executivo conta com apoio de pelo menos seis votos favoráveis dos vereadores.

São contrários ao projeto de lei que beneficia os trabalhadores penitenciários os vereadores Almir Marini(PV) - que inclusive é agente de segurança penitenciária; Nivaldo Ribeiro(SD) e Wellington Brito(PV).

O SIFUSPESP, que esteve na Câmara nesta segunda-feira com a presença de seu militante Otaviano Alves Filho, continuará pressionando o legislativo de Mirandópolis para que mais esse direito seja garantido a todos os servidores que atuam nas unidades prisionais da cidade.