compartilhe>

Junqueirópolis

Foram três apreensões na Penitenciária de Junqueirópolis, sendo duas no sábado, 20 de outubro, e uma no domingo, 21/10.

No sábado, agentes perceberam a presença de um objeto estranho nas partes íntimas de companheira de sentenciado. Como a visitante recusou-se a retirar espontaneamente, foi acionada a presença da Polícia Civil que a conduziu Santa Casa Local para realizar exame de Raio-X, sendo ratificada a presença do objeto após o exame. Após a devida averiguação foi constatado que tratava-se de uma porção de maconha. Diante do ocorrido a visitante supracitada foi levada para Delegacia local.

Mais tarde, durante o procedimento de revista no setor de portaria, outra visitante foi flagrada da mesma forma com uma placa de aparelho microcelular.

  

No dia seguinte, agentes perceberam durante o procedimento de revista no setor de portaria uma mancha branca no cós de sua calça de outra companheira de detento da unidade. A visitante entregou espontaneamente a calça para duas servidoras, que após averiguação constataram tratar-se de uma porção de cocaína. Foi solicitada a presença da Polícia Civil, sendo então a visitante conduzida à Delegacia local.

 

Lavínia

No domingo, agentes flagraram companheira de sentenciado da unidade tentando entrar com uma porção de cocaína, ocultada no forro da calcinha e 312 selos da droga sintética conhecida como K4, os quais estavam ocultados na barra da calça. A apreensão ocorreu depois que a visitante passou pelo equipamento de detecção scanner corporal, que apontou a irregularidade.

Por último, irmã de sentenciado foi surpreendida tentando ingressar com um aparelho de telefonia celular.

 

Martinópolis

Na Penitenciária "Tacyan Menezes de Lucena" de Martinópolis, forma três apreensões no sábado, (20/10), e uma domingo, (21/10).

Companheira de sentenciado da unidade tentou ingressar com um invólucro inserido na região genital e contendo cocaína.

A esposa de outro sentenciado também tentou entrar com um invólucro na região genital, que continha um micro aparelho celular.

Na última apreensão do dia, uma outra companheira de outro sentenciado também tentou trazer da mesma forma um micro aparelho celular.

No domingo, (21/10), companheira de outro preso da unidade tentou entrar com cocaína dentro da roupa íntima.

  

Mirandópolis

No sábado, (20/10), na Penitenciária I "Nestor Canoa" de Mirandópolis, durante o procedimento de revista, através do aparelho de raio x, dos pertences trazidos por esposa do preso da unidade, agentes encontraram um jogo de baralho industrial e um saco plástico contendo bebida alcoólica. No mesmo dia, porém na Penitenciária II "ASP Lindolfo Terçariol Filho" de Mirandópolis, agentes apreenderam diversos extratos bancários contendo movimentações financeiras, camuflados dentro do absorvente de visitante, companheira de preso da unidade. A apreensão se deu durante o procedimento de revista por meio do scanner corporal.

  

Pacaembu

No sábado, (20/10), na Penitenciária "Ozias Lúcio dos Santos" de Pacaembu, companheira de sentenciado foi flagrada com um invólucro, contendo um aparelho e uma placa de telefonia celular. O ilícito estava introduzido na sua parte intima. Na mesma unidade, no domingo, (21/10), irmã de outro sentenciado, foi surpreendida tentando entrar com um invólucro contendo um aparelho de telefonia celular. O ilícito estava introduzido na genitália. As duas apreensões ocorreram graças ao aparelho de scanner corporal da unidade.

Presidente Bernardes

No sábado, (20/10), quatro visitantes do sexo feminino foram surpreendidas tentando entrar com objetos proibidos na Penitenciária “Silvio Yoshihiko Hinohara” de Presidente Bernardes. Durante procedimento de revista no scanner corporal, as mencionadas visitantes foram flagradas, cada uma, com um aparelho de telefonia celular introduzido na genitália.

  

Presidente Prudente

No domingo, (21/10), na Penitenciária “Wellington Rodrigo Segura" de Presidente Prudente, durante o procedimento de revista nos pertences trazidos por companheira de sentenciado foi detectado no aparelho de raio-x algo escondido dentro de um tubo de creme dental. Ao abrí-lo, foi encontrado um preservativo contendo tinta preta, oportunidade em que a visitante informou que havia colocado tal tinta no tubo para levar ao preso.

 

Riolândia

Foram duas apreensões no domingo, (21/10), na João Batista de Santana" de Riolândia. Companheira de sentenciado estava sendo submetida aos procedimentos rotineiros de revista através do equipamento scanner corporal quando o equipamento indicou a presença de algo irregular em suas roupas. Ao ser questionada sobre os fatos, a mesma relatou que estava portando seis chips para aparelho celular no cós de sua calça.

Mais tarde, outra companheira de outro sentenciado também foi flagrada da mesma maneira com um invólucro na genitália contendo um aparelho celular.

 

Valparaíso

No domingo, (21/10), na Penitenciária de Valparaíso, durante procedimento de revista com scanner corporal em companheira de sentenciado, constatou-se na imagem um objeto suspeito na altura do abdômen. Enquanto aguardava para ser encaminhada à Santa Casa local, a visitante retirou um objeto e o colocou nas costas da sua filha, que começou a reclamar que estava doendo e coçando. Perguntado à menor o que tinha nas roupas, ela retirou um invólucro, no qual continha um telefone celular, envolto em fita isolante e papel carbono.

Outra companheira também foi flagrada mesma forma e foi conduzida à Santa Casa local, que confirmou um objeto em seu organismo. Instada a entregar o que estava portando, a visitante confessou que estava em posse de um telefone celular, que retirou de suas partes íntimas.

 

Tupi Paulista

Na Penitenciária Feminina de Tupi Paulista, no domingo, (21/10), durante o procedimento padrão de revista de pertences dos visitantes para entrada na unidade prisional, visitante foi surpreendida tentando burlar a vigilância. Ao realizar a revista manual de seus pertences, agentes encontraram uma caixa de Dorflex lacrada, contendo dentro da caixa: uma cartela começada de dorflex com 03 comprimidos, uma cartela começada de benegripe com um comprimido, duas cartelas completas de clonazepan 2mg com 20 comprimidos cada (medicamentos de uso controlado), uma cartela começada de clonazepan 2mg com 16 comprimidos (medicamentos de uso controlado) e uma cartela começada de piroxicam 20mg com 07 comprimidos (medicamentos de uso controlado). Como tratam-se de medicamentos que precisariam de prescrição médica, foram apreendidos.

 

São José do Rio Preto

No sábado, (20/10), no Centro de Detenção Provisória de São José do Rio Preto, companheira de preso da unidade foi surpreendida tentando entrar com maconha. Agente da unidade, ao orientar a Visitante Jéssica sobre os procedimentos da revista, notou que havia um volume estranho na barra da blusa da referida visitante. Então a questionou sobre aquele volume, tendo a mesma respondido que não sabia do que se tratava, no entanto através de um pequeno orifício na barra da blusa, a agente constatou a presença de maconha.A visitante juntamente com a substancia apreendida, foi conduzida até o plantão policial local para as providencias de cabíveis.

 

 

Leia a matéria:

http://www.sap.sp.gov.br/