compartilhe>

Agentes penitenciários impediram que um drone carregado de celulares entrasse nas dependências da Penitenciária 2 de Lavínia na madrugada deste sábado, 20/10.

De acordo com as informações trazidas pelos funcionários da unidade, o equipamento voava sobre os muros que dividem a P2 da Penitenciária 3 da cidade.

Ao visualizar o drone, que trazia consigo uma linha de cerca de 10 metros de comprimento presa a uma sacola, os agentes de escolta e vigilância penitenciária(AEVPs) de plantão tentaram atirar no equipamento, que não chegou a ser abatido e arremeteu diversas vezes.

No entanto, o fio acabou se enroscando às hélices e fez com que a pequena aeronave perdesse o controle, derrubando o drone em uma área externa à penitenciária, onde ela foi recolhida pelos agentes de segurança penitenciária(ASPs) e pelo diretor do Núcleo de Escolta e Vigilância.

Um preso que tentava guiar a câmera do aparelho usando um sinalizador artesanal de dentro de uma das celas para onde iam os celulares teve o material apreendido junto dos 14 aparelhos de telefone, 14 terminais de carregador e um fone de ouvido que estavam na sacola transportada pelo drone.

A equipe de plantão lavrou boletim de ocorrência sobre o caso e adotou as demais providências cabíveis para manter a segurança da unidade, inclusive comunicando a Polícia Militar para reforçar o entorno das penitenciárias e buscar pelos criminosos que estavam no controle do equipamento.