compartilhe>

 

Servidor contou com apoio intenso do SIFUSPESP e de colegas da unidade prisional onde trabalha, que se mobilizaram para doação de sangue

 

O agente de segurança penitenciária(ASP) Sergio Ribeiro Alves, lotado no Centro de Detenção Provisória(CDP) de Praia Grande vem se recuperando bem de um quadro grave de pancreatite seguido de diversas infecções que lhe atingiram ao longo dos últimos meses.

Ele está internado no Hospital do Servidor Público em São Paulo e apesar da melhora, ainda não tem previsão de alta.

Depois de passar por um momento muito difícil, o servidor já deixou de se alimentar através de uma sonda, foi para o quarto e agora segue com o tratamento indicado pelos médicos para, em breve, poder voltar a trabalhar e ficar ao lado de seus familiares e amigos.

De acordo com Mariuza Souza Marcelino, coordenadora da sede regional do SIFUSPESP na Baixada Santista, o apoio dos colegas de foi fundamental para fazer com que Sergio se recuperasse da doença.  

Segundo a sindicalista, os trabalhadores penitenciários saíram de suas casas para ir a São Paulo com o objetivo de doar sangue ao servidor, que se encontrava muito debilitado e dependia desse auxílio, já que possui sangue do tipo O negativo, considerado raro pela ciência e que só é compatível com doações do mesmo tipo sanguíneo.

O SIFUSPESP espera que esta parte final do tratamento de passe o quanto antes para o Sergio e reitera seu agradecimento a todos os guerreiros que estiveram ao lado do ASP.