compartilhe>

 

Agentes penitenciários encontraram entorpecente com ajuda de body scanner neste domingo, 28/01, na Penitenciária Masculina de Mairinque. Foi constado um volume diferenciado na genitália de uma mulher no horário da visita por meio do aparelho. Ela foi encaminhada ao Pronto Socorro da cidade onde o médico através do raio-x pode constatar que a mulher carregava uma embalagem de entorpecentes. Do Pronto Socorro foi levada à delegacia de polícia e indiciada por tráfico de entorpecentes.

WhatsApp Image 2018 01 28 at 16.14.26

Já no sábado, 27/01, agentes encontraram possíveis porções de maconha, cocaína e comprimidos de drogas sintéticas no interior do material trazido por uma visitante e que seria entregue ao seu companheiro preso na Penitenciária Masculina de Mairinque.

Segundo os funcionários, como de praxe a jovem passou pelo scanner corporal, onde algo de estranho foi notado corpo da moça, que negou qualquer irregularidade. Sendo assim, foi encaminhada pela Polícia Militar ao Pronto Atendimento de Mairinque para passar por avaliação médica e pelo equipamento de Raio X que nada apontou.

Ao retornar a Unidade Prisional a visitante passou novamente pelo scanner, onde constatou-se que a imagem já não apresentava mais as características iniciais. Entretanto, os funcionários detectaram no material trazido por ela e que seria encaminhado ao detento, por meio de aparelho de raio x, uma embalagem em formato oval contendo vários papéis (possivelmente relatórios), 50 gramas de uma substância parecida com cocaína, 53 gramas de uma substância parecida com maconha e 16 comprimidos azuis, até então, não identificados.

A polícia militar foi acionada para conduzir a visitante juntamente com a droga apreendida ao plantão policial.