compartilhe>

 

Esta mensagem é dedicada exclusivamente às mulheres guerreiras do sistema prisional paulista. Mulheres estas que deixam seus lares, seus filhos e demais familiares e entram nas unidades prisionais para cumprir com a sua jornada de trabalho, muitas vezes sem ter a certeza que voltarão aos seus lares ao final do dia.

Mulheres que exercem, segundo a OIT (Organização Internacional do Trabalho), a segunda profissão mais estressante e desgastante do mundo, perdendo apenas para o trabalhador de minas subterrâneas. E a exercem com graça e sem perder a identidade feminina, que passam um batom, um perfume, colocam um adereço para diferenciar o uniforme feito para o masculino e deixá-lo mais com a “cara” de roupa de mulher.

A homenagem é para elas, essas guerreiras que cumprem com as mesmas funções dos guerreiros e que quando voltam às suas casas ainda enfrentam a dupla jornada de trabalho, sempre exibindo a ternura da qual é dotada o elemento feminino. São fundamento de nossa sociedade e cada vez mais conquistam direitos por sua luta.

Parabéns, guerreiras. Para vocês, o nosso maior respeito, em todos os 365 dias do ano e em especial ao dia dedicado internacionalmente às mulheres.

 

ASP Márcia Ferraz Barbosa- Vice presidente do SIFUSPESP