compartilhe>

Campinas

No domingo, 19/08, uma mulher foi flagrada, durante o procedimento de revista, tentando entrar no Centro de Detenção Provisória (CDP) de Campinas com 23 gramas de maconha escondidos no absorvente.

As imagens geradas pelo scanner corporal mostraram alteração na região íntima dela, o que levantou a suspeita dos agentes penitenciários. Ao ser questionada, a visitante admitiu que estava com drogas e fez a retirada do entorpecente, espontaneamente. Em seguida, ela foi impedida de visitar o seu companheiro e conduzida ao plantão policial, onde permanece à disposição da Justiça.

Casa Branca

A Secretaria da Administração Penitenciária (SAP) informa que no sábado, 18/08, uma mulher foi detida na Penitenciária ‘Joaquim de Sylos Cintra’, de Casa Branca, durante o procedimento de revista ao tentar entrar na unidade prisional com 175 gramas de cocaína introduzidos na vagina.

Agentes perceberam alteração na região pélvica da suspeita e perguntaram a respeito do que se tratava, logo, ela confessou que estava com material ilícito e o retirou espontaneamente. Em seguida, a mulher foi encaminhada ao plantão policial, onde permanece à disposição da Justiça.

Capela do Alto

A Secretaria da Administração Penitenciária (SAP) informa que no domingo, 19/08, a companheira de um detento foi flagrada tentando entrar na penitenciária de Capela do Alto com seis comprimidos, estimulante sexual. Agentes penitenciários encontraram os remédios nas roupas das suspeita, durante o procedimento de revista. Ao ser questionada ela admitiu que era viagra e os entregou às agentes.

Mairinque

A Secretaria da Administração Penitenciária (SAP) informa que no sábado, 18/08, uma mulher  foi barrada durante o procedimento de revista na penitenciária de Mairinque, com 99 gramas de drogas na parte íntima. Segundo informações da unidade prisional ela pretendia visitar o companheiro, mas no momento em que passou pelo scanner corporal, agentes penitenciários perceberam alteração na região pélvica dela. Ao ser questionada, a visitante negou que estivesse com algo ilícito, sendo necessário ser conduzida até o pronto atendimento do município, admitindo que estava com drogas na região íntima somente após passar pelo raio-x e pelo médico de plantão. A própria mulher retirou o invólucro de seu corpo contendo 70 gramas de maconha e 29 de cocaína, ainda segundo a suspeita ela pegou o pacote na rodoviária e receberia R$ 2 mil para entregar na penitenciária.

Hortolândia

No domingo, 19/08, uma mulher pretendia visitar o companheiro na Penitenciária II ‘Odete Leite de Campos Critter’, foi flagrada com oito comprimidos azuis. Agentes encontraram os remédios em um recipiente com macarronada. Diante do flagrante, a suspeita demostrou nervosismo e disse que pretendia usar o viagra durante a visita íntima.

 

Fonte: SAP

http://www.sap.sp.gov.br

Balbinos

No último sábado, 18/08, uma mulher, esposa de sentenciado, tentou entrar na Penitenciária “Gilmar Monteiro de Souza”, a PII de Balbinos, com droga escondida na parte íntima. Tratava-se de aproximadamente 48 gramas de maconha flagradas pelo scanner corporal.

Pirajuí

A diretoria da Penitenciária “Luiz Gonzaga Vieira”, a PII de Pirajui, registrou, no último final de semana, dois casos de visitantes de presos tentando entrar com materiais ilícitos.

O primeiro ocorreu no sábado, 18/08, a esposa de preso foi flagrada pelo scanner corporal com um objeto desconhecido na região íntima. Ela foi questionada pelas agentes e acabou retirando de forma voluntária um invólucro contendo um aparelho celular que seria entregue ao seu marido.

No domingo, 19/08, uma mulher tentou entrar no presídio com cocaína escondida na calcinha. O flagra ocorreu no momento em que ela passou pelo scanner corporal que registrou objeto não identificado na região pélvica.

A visitante acabou confessando que carregava droga no corpo.

  

Serra Azul

No domingo, agentes da Penitenciária I de Serra Azul registraram a tentativa frustrada de uma mulher, esposa de sentenciado, tentando entrar no presídio com droga escondida nas partes íntimas. Ela foi proibida de entrar no momento em que passava pelo scanner corporal.

Quando questionada pelas agentes a mesma acabou confessando que carregava droga no corpo.

Ela foi encaminhada ao Pronto Socorro local para realização de exame e para retirada do invólucro. Tratava-se de 50,10 gramas de maconha.

 

Itatinga

No sábado, a esposa de detento tentou ingressar no Centro de Detenção Provisória (CDP) de Itatinga escondendo aproximadamente 183 gramas de maconha no corpo. Ela foi flagrada pelo aparelho de scanner corporal que indicou objeto desconhecido na região pélvica. A mulher acabou confessando que o invólucro estava introduzido.

 

Marília

Ainda no domingo, o scanner corporal da Penitenciária de Marília flagrou pacotes de maconha escondidos na calça de uma mulher, visitante de preso. Ela foi encaminhada até uma sala separada para fazer a troca de roupa e foram encontrados, além do entorpecente, diversos manuscritos do lado avesso da calça.

 

 

 

Fonte: SAP

http://www.sap.sp.gov.br/