compartilhe>

Agentes penitenciários impediram a entrada de cigarros contendo maconha na Penitenciária Masculina de Tupi Paulista, neste domingo, 06/05. 

Este é um balanço feito pela Secretaria da Administração Penitenciária informando as apreensões realizadas pelos agentes penitenciários em todas as unidades prisionais do Estado de São Paulo. São objetos ilícitos que deixam de entrar com visitantes nas penitenciárias devido o sérios trabalho realizado pelos profissionais penais no último final de semana, dias 28 e 29/04.

Segundo a secretaria, em todos os casos, como de praxe, os visitantes foram encaminhados para a Delegacia de Polícia mais próxima e foram suspensos do rol de visitas. Os presos que receberiam os ilícitos foram isolados e respondem a Procedimento Apuratório Disciplinar.

 

Capital

No Centro de Detenção Provisória de Vila Independência uma visitante foi surpreendida tentando entrar com maconha oculta no bolso da calça. O flagrante se deu com auxílio do aparelho de scanner corporal da unidade.

 

Osasco

No CDP I "Éderson Vieira de Jesus" de Osasco, a companheira de detento da unidade foi surpreendida tentando entrar com 210 gramas de maconha dentro de 180 cigarros acondicionados em 9 maços.

 

São Bernardo do Campo

No sábado, 28, companheira de preso do CDP de São Bernardo do Campo foi surpreendida durante procedimento de revista ao passar pelo scanner corporal, tentando entrar portando maconha e cocaína, escondidas no top. 

 

Diadema

No sábado, 28, companheira de preso do CDP de Diadema foi surpreendida durante o procedimento de revista ao passar pelo scanner corporal, tentando entrar portando um involucro contendo dois micro aparelhos de telefonia celular, introduzidos na genitália.

  

Itapecerica da Serra

 

No sábado, 28, agentes encontraram maconha em cigarros trazidos por mãe de preso do CDP “ASP Nilton Celestino” de Itapecerica da Serra. O fato aconteceu durante procedimento de revista da entrada de visitantes com auxílio de máquina de raio-x. Foram apreendidos 22 cigarros.

 

Guarulhos

 

No sábado, 28, no Centro De Detenção Provisória II de Guarulhos, ao realizar procedimento de revista por meio de scanner corporal em visitante, agentes encontraram escondido nas meias de visitante de preso da unidade a quantidade de 103 g de maconha e 40 micropontos de LSD. O caso foi registrado no 4º DP Guarulhos.

Já no domingo, 29, mãe de preso da Penitenciária II “Desembargador Adriano Marrey” de Guarulhos foi flagrada tentando entrar com um par de chinelos que escondia maconha. O flagrante se deu em revista realizada por meio de aparelho de raio-x.

 

Franco da Rocha 

Na Penitenciária I “Mário de Moura Albuquerque” de Franco da Rocha, no domingo, 29, duas mulheres foram surpreendidas durante procedimento de revista ao passar pelo scanner corporal, tentando entrar com ilícitos. Uma, companheira de sentenciado da unidade, foi surpeendida portando um invólucro contendo 81 gramas de cocaína, introduzido na genitália. Já a outra, esposa de preso da unidade, portava um invólucro contendo 95 gramas de cocaína e 20 gramas de maconha, nos genitais e um outro invólucro introduzido no ânus contendo um micro celular. Ambas foram conduzidas a Delegacia de Polícia de Franco da Rocha. Já na Penitenciária II “Nilton Silva” do mesmo município, foram nada menos do que cinco mulheres surpreendidas tentando entrar com ilícitos nos genitais no mesmo domingo, 29. Todas companheiras de presos da unidade, quatro tentaram entrar com um mini celular cada uma. A quinta tentou entrar com 94 gramas de cocaína e extrato bancário. Os casos foram registrados na Delegacia de Polícia de Francisco Morato.

 

Já na Penitenciária III “José Aparecido Ribeiro” de Franco da Rocha, agentes fizeram duas apreensões no sábado e duas no domingo com visitantes. No sábado, 28, uma visitante, companheira de preso da unidade, tentou ocultar sem sucesso três cartelas de micro pontos de LSD embaixo da palmilha do tênis do filho dela, menor de idade. No mesmo outra companheira de outro preso da unidade foi surpreendida na revista com uso de aparelho de bodyscan com aproximadamente 45 gramas de maconha no cós da calça. No domingo, 29, visitante foi flagrada durante revista também com uso de aparelho de scanner corporal com 100 g de cocaína, 15 g de maconha e 45 g de pasta base de cocaína, guardados em invólucro escondido no ânus. No mesmo, outra companheira de outro preso da unidade também foi surpreendida na revista com bodyscan com 20 g de maconha, e 83 g pasta base de cocaína também em invólucro escondido no ânus.

 

Tremembé

No domingo, dia 29 de abril, um homem de 69 anos foi barrado ao tentar entrar com um pino de cocaína na Penitenciária Feminina II de Tremembé. O idoso é pai de uma detenta do estabelecimento penal e escondia a droga no ânus.

Ao passar pelo aparelho de escaneamento corporal, os agentes de segurança penitenciária perceberam um objeto suspeito na região pélvica do homem. Foi solicitado, então, que o procedimento fosse realizado mais uma vez, porém o scanner não detectou qualquer anormalidade. No intervalo entre as duas análises, o visitante retirou o pino do seu corpo e jogou-o próximo à máquina de escaneamento. Após denúncias de uma testemunha, os agentes encontraram o material no local e o senhor admitiu a ilegalidade.

 

Potim

Em Potim, na Penitenciária I “AEVP Jair Guimarães de Lima”, uma mulher de 29 anos tentou entrar na unidade prisional com 109 gramas de maconha misturados a cigarros comuns. A droga foi encontrada no kit de utensílios que a visitante entregaria a seu companheiro, sentenciado no estabelecimento.

 

São José dos Campos

Em São José dos Campos, no Centro de Detenção Provisória, o aparelho de escaneamento detectou objetos suspeitos no corpo de duas visitantes, ambas de 27 anos. A irmã de um detento tentou entrar na unidade com 122 gramas de cocaína em um invólucro que carregava na vagina e a esposa de um preso foi barrada com uma placa de celular introduzida na genital.

 

São Vicente

Ainda no sábado, 28, uma mulher de 30 anos foi surpreendida ao tentar entrar na Penitenciária II de São Vicente com 63 gramas de cocaína, 11 gramas de maconha e 10 comprimidos de estimulante sexual. O conteúdo estava em um invólucro que a visitante carregava na região genital – o material foi detectado pelo scanner corporal e confirmado, posteriormente, por exame de raio-X no Pronto Socorro municipal.

No dia seguinte, uma mulher de 28 anos foi flagrada com 41 gramas de maconha na Penitenciária I "Dr. Geraldo de Andrade Vieira", em São Vicente. A visitante carregava a droga em um invólucro introduzido no ânus, o material foi detectado pelo aparelho de escaneamento.

 

Iperó

No último domingo (29) uma mulher foi flagrada com dois sacos de cocaína em uma cinta falsa, durante o procedimento de revista, na Penitenciária ‘Odon Ramos Maranhão’, de Iperó. Cerca de 50 gramas da substância estava sob posse da visitante, que pretendia visitar o seu companheiro, mas foi proibida pelos agentes quando estes perceberam alteração nas imagens feita pelo body scanner. Ao ser questionada, a mulher admitiu que ela mesmo havia confeccionado a cinta e que o objetivo era entregar o entorpecente ao companheiro porque o dinheiro que receberia com a venda da droga seria para pagar o aluguel.

 

Guareí

 

No último domingo (29) uma mulher de 26 anos foi flagrada, durante procedimento de revista, tentando entrar na Penitenciária ‘Nelson Vieira’, Guareí I, com 65 gramas de maconha e 37 de cocaína, escondidas na genitália.

No momento do flagrante, a visitante que estava acompanhada do filho de 10 meses, disse às agentes que levou a droga a pedido do seu companheiro. A mulher foi conduzida à delegacia, onde permanece à disposição da Justiça. O Conselho Tutelar foi acionado e entregou a criança à avó materna.

 

Hortolândia

No último domingo (29) a mãe de um detento foi flagrada ao tentar entrar na Penitenciária ‘Odete Leite de Campos Critter’, PII de Hortolândia, com 7 gramas de maconha escondida no bolso da calça. De acordo com informações da unidade prisional, quando a mulher de 63 anos passou pelo scanner corporal, agentes perceberam alteração nas imagens e perguntaram para ela do que se tratava, ela disse que na noite anterior a sua neta havia usado a mesma roupa para ir a uma festa e que ela não sabia que a droga estava no bolso. Em seguida, outra mulher foi flagrada tentando entrar na unidade prisional com maconha escondida no bojo do sutiã. A suspeita pretendia visitar o seu companheiro, mas através das imagens do scaneador corporal, agentes perceberam que havia alteração na imagem. Ambas foram encaminhadas ao plantão policial e permanecem à disposição da Justiça.

 

Piracicaba

No último domingo (29) uma mulher foi flagrada tentando entrar na Penitenciária de Piracicaba com um aparelho celular escondido nas partes íntimas. A suspeita pretendia visitar o seu companheiro, mas quando passou pelo scanner corporal as imagens feitas pelo equipamento denunciaram a ação. Ela foi conduzida ao plantão policial, onde ficou detida e em seguida foi liberada. O nome dela foi suspenso do rol de visitas, temporariamente, como medida de segurança da SAP. O detento que receberia a visita foi isolado, preventivamente para procedimento disciplinar.

 

Pirajuí

No sábado, 28, por volta das 9h30 da manhã, uma mulher, esposa de sentenciado, foi flagrada pelo aparelho de scanner corporal tentando entrar na Penitenciária “Luiz Gonzaga Vieira” de Pirajuí com um celular. O material ilícito estava escondido no órgão genital dela.

A visitante foi levada a uma sala separada para fazer a retirada do objeto.

 

Bauru

No domingo, 29, uma mulher foi proibida de entrar no Centro de Detenção Provisória (CDP) “Francisco Carlos Caneschi” de Bauru por esconder um aparelho celular na vagina. O flagrante ocorreu no momento em que ela passava pelo aparelho de scanner corporal que detectou o objeto desconhecido nas partes íntimas da mulher.

 

Itatinga

Agentes de segurança flagraram uma mulher com celular escondido tentando entrar no Centro de Detenção Provisória (CDP) de Itatinga. O caso ocorreu no momento em que as agentes fizeram a revista rotineira na bolsa da visitante e encontraram um aparelho celular no meio de fraldas infantis.

 

Assis

No domingo, 29, companheira de sentenciado foi flagrada por meio do scanner corporal da Penitenciária de Assis com um celular dentro do próprio corpo.

 

Flórida Paulista

No último sábado, 28, na Penitenciária “AEVP Cristiano de Oliveira” de Flórida Paulista, houve a uma apreensão de um micro aparelho celular. No momento em que uma companheira de preso da unidade passava pelos procedimentos de revista no aparelho body scanner, o aparelho detectou algo no interior do corpo da visitante.

 

Pacaembu

 

Companheira de sentenciado da Penitenciária “Osias Lúcio dos Santos” de Pacaembu, ao passar pelo aparelho body scanner, foi surpreendida tentando entrar com um invólucro, contendo em seu interior um aparelho de telefonia celular e sete fones de ouvido. Os ilícitos estavam introduzidos na genitália da visitante. O fato aconteceu no sábado, 28. No domingo, 29, servidores do Centro de Progressão Penitenciária de Pacaembu encontraram duas placas de telefone celular, três chips e dois fones de ouvido que estavam desmontados e escondidos na alça inferior da bolsa de visitante, companheira de preso da unidade.

 

Junqueirópolis

Foram duas apreensões na Penitenciária de Junqueirópolis, sendo uma no sábado, 28, e uma no domingo, 29. No sábado, agentes flagraram uma visitante, companheira de sentenciado da unidade, com uma porção de maconha escondida no sutiã e duas porções de cocaína coladas na perna. Indaga sobre objetos estranhos que apareceram durante revista no aparelho body scanner, ela entregou prontamente às funcionárias.

 

No domingo, outra companheira de outro preso da unidade, ao ser submetida ao aparelho escaneamento corporal, foi constada a presença de sete pedaços de maconha sintética, denominada como (K4), que estava escondida por dentro de sua calça na altura da cintura. Indagada sobre os objetos a visitante se prontificou a retira-los espontaneamente e os entregou às servidoras.

 

Irapuru

Foram duas apreensões no domingo, 29, na Penitenciária de Irapuru. Por volta das 10h, companheira de sentenciado foi flagrada por meio do aparelho de scanner corporal da unidade com um aparelho de telefonia celular introduzido no órgão genital. Em seguida, às 10h30, outra visitante, companheira de outro sentenciado da unidade, foi surpreendida com algumas porções de maconha escondidas na costura da calça (parte da cintura).

 

Lavínia

Foram duas ocorrências de apreensões com visitantes no sábado, 28, na Penitenciária II de Lavínia. Na primeira, equipamento de scanner corporal sinalizou positivamente para a presença de material metálico de esposa de sentenciado da unidade. Indagada, esta admitiu que se tratava de um aparelho de telefonia móvel celular e em seguida acompanhada de uma servidora ao sanitário feminino, retirou voluntariamente de seu órgão genital um "invólucro" contendo o ilícito. Da mesma, companheira de outro sentenciado da unidade foi também flagrada com celular escondido nas partes íntimas.

 

Martinópolis

No sábado, 28, por volta das 10h30, companheira de sentenciado, tentou ingressar na Penitenciária "Tacyan Menezes de Lucena" de Martinópolis portando um invólucro, introduzido em sua genitália, contendo, cocaína e maconha.

Na Penitenciária II “ASP Lindolfo Terçariol Filho” de Mirandópolis, companheira de sentenciado foi flagrada com estranho no corpo por meio de revista com o uso do aparelho de scanner corporal da unidade. Após ser levada ao Hospital Estadual de Mirandópolis, e posteriormente, à delegacia de polícia, , a visitante retirou invólucro de aproximadamente 123 gramas, contendo em seu interior maconha; 30 adesivos de LSD, diversos bilhetes, cartas e comprovantes de depósitos.

 

 

Presidente Bernardes

 

Durante o procedimento de revista dos pertences que visitante, trazia para seu companheiro, um funcionário encontrou dentro da sacola uma faca de cozinha, com cabo de madeira. O fato aconteceu na Penitenciária “Silvio Yoshihiko Hinohara” de Presidente Bernardes.

 

Fonte: SAP

http://www.sap.sp.gov.br/