compartilhe>

Mulheres protagonizam tentativa de entrada de ilícitos nos dias de visita

 

Neste final de semana (07 e 08/10), O SIFUSPESP traz o resultado do trabalho de apreensões realizado por agentes de todo Estado. A apreensão mais inusitada pode ter sido a de impressões do que conhecemos como “prints” de redes sociais misturados à comida a ser entregue a um sentenciado, em Mirandópolis.

Apesar disso, as apreensões realizadas no último final de semana no Estado de São Paulo não fugiu à habitual prática utilizada na maior parte das tentativas de entradas de ilícitos nas unidades: mulheres companheiras de detentos tentando levar entorpecentes.

É possível verificar o aumentado o número de mães e outros parentes (pais, irmãos) sujeitando-se à esta prática criminosa.

Isto resulta de uma pressão que ocorre de dentro para fora da cadeia. O sentenciado tem alguma “dívida” a pagar e seu familiar sente-se na obrigação de fazer conforme lhe é orientado, temendo pela vida do ente querido que encontra-se preso. Essa dinâmica faz parte de determinadas “regras” ditadas por facções criminosas que têm controle sobre os sentenciados de uma maneira geral.

A conhecida prática de utilizar sola de chinelos para esconder drogas apareceu em dois casos divulgados pela SAP: em Mairinque e em Osasco. Outra modalidade de tentativa de entrada têm sido por meio das costuras de roupas ou forros colocados nelas. Um extrato de banco foi um dos objetos escondidos no vestuário, especificamente em Capela do Alto.

No Vale do Litoral a tentativa inusitada foi a entrada de um microcelular dentro de uma caixa de sabão em pó, descoberto durante a revista dos agentes. Confira:

https://www.sifuspesp.org.br/noticias/6026-apreensoes-na-capital-e-grande-sao-paulo

https://www.sifuspesp.org.br/noticias/6030-apreensoes-na-regiao-central-2

https://www.sifuspesp.org.br/noticias/6027-apreensoes-na-regiao-noroeste-2

https://www.sifuspesp.org.br/noticias/6025-apreensao-no-vale-do-paraiba-e-litoral

https://www.sifuspesp.org.br/noticias/6031-apreensoes-na-regiao-oeste-do-estado-2