compartilhe>

Uma mulher de 32 anos foi impedida de entrar no Presídio Evaristo de Moraes, em Sena Madureira, com 21 celulares escondidos dentro de um colchão. O flagrante, feito pelos agentes penitenciários, ocorreu nesta sexta-feira (05/10), dia em que os parentes entregam produtos aos presos que não recebem visita.

Ao verificarem o colchão, os agentes encontraram 16 pacotes enrolados em papel-carbono e fita isolante. Além dos aparelhos celulares, foram achados mais quatro carregadores, três pendrives e sete cabos. De acordo com um agente penitenciário, que preferiu não se identificar, a mulher relatou que não sabia que o colchão estava “recheado” com os celulares.

O agente destacou que o flagrante foi resultado de um trabalho de investigação do setor de Segurança e Inteligência do presídio de Sena Madureira, que já havia recebido informação de que o material seria enviado à unidade prisional.

A mulher recebeu voz de prisão e deve ser levada para a delegacia da cidade do interior do Acre para os procedimentos. De acordo com o agente, o preso que receberia o material apreendido também já foi identificado.

 

Fonte: G1

Foto: Divulgação

Leia a Matéria:

https://g1.globo.com/ac/acre/noticia/2018/10/05/mulher-e-presa-tentando-entrar-em-presidio-do-acre-com-21-celulares-escondidos-em-colchao.ghtml