compartilhe>

A Secretaria da Administração Penitenciária (SAP) informa sobre as apreensões do último fim de semana, 30 de junho e 1° de julho, em presídios de todo o Estado. Todos os casos foram registrados por meio de boletim de ocorrência e os visitantes flagrados foram automaticamente suspensos do rol de visitas.

Em cada uma das apreensões, os presos foram isolados e respondem a Procedimento Disciplinar para apurar a cumplicidade daqueles que receberiam os materiais ilícitos.

 

Capital

 

Na capital do Estado, no sábado (30/06), os agentes do Centro de Detenção Provisória (CDP) de Vila Independência apreenderam ilícitos com duas visitantes. As mulheres escondiam invólucros contendo substâncias semelhantes a entorpecentes em seus órgãos genitais. Esses invólucros foram acusados pelo aparelho de scanner corporal.

Em local apropriado, ambas retiraram os entorpecentes para análise, que foram identificados como substâncias características à maconha e à cocaína, além de 44 comprimidos vermelhos. Uma delas, que levava ilícitos análogos à maconha e à cocaína, afirmou que receberia a quantia de R$ 1.500,00 pela entrega.

No Centro de Detenção Provisória (CDP) “ASP Vicente Luzan da Silva”, Pinheiros I, duas companheiras de detentos tentavam entrar na unidade com objeto metálico em suas vestimentas. Ambas passavam por procedimento de revista pelo scanner corporal quando o aparelho acusou uma moeda de R$ 0,50 sob o top de cada uma delas. Nos dois casos, foi instaurado procedimento cabível para apuração dos fatos e providências legais com as visitantes.

Santo André

 

Duas visitantes foram impedidas de entrar no Centro de Detenção Provisória (CDP) de Santo André com ilícitos. No sábado, 30/06, a companheira de um detento escondeu substância análoga à maconha no cós de sua calça. Já no domingo (1° de julho), durante revista de scanner corporal, uma mulher foi pega portando um invólucro contendo aparelho celular em sua genitália.

São Bernardo do Campo

 

Já no Centro de Detenção Provisória (CDP) de São Bernardo do Campo, no domingo

01/07, quatro visitantes foram surpreendidas durante revista realizada pelo aparelho de scanner corporal, que acusou alteração em suas imagens.

Todas elas estavam com invólucros contendo substâncias ilícitas inseridos em seus órgãos genitais. Após anormalidades registradas pelo aparelho, as mulheres foram encaminhadas a local adequado para a retirada dos ilícitos e posterior análise do conteúdo, que em todas as situações era característico à maconha.

 

Franco da Rocha

  

No sábado, 30/06, na Penitenciária “José Aparecido Ribeiro”, de Franco da Rocha, os agentes realizavam revista manual em uma visitante quando perceberam anormalidade em sua vestimenta. A mesma aparentava estar nervosa e, quando questionada, afirmou estar levando consigo entorpecente costurado junto à sua roupa íntima. No forro de seu top, foi encontrada substância de cor esverdeada análoga à maconha.

 

No último dia 1° de julho, a visitante de um companheiro do Centro de Progressão Penitenciária (CPP), de Franco da Rocha, tentava entrar na unidade escondendo ilícito no cós de sua calça. Após o conteúdo ter sido acusado durante revista mecânica do aparelho scanner corporal, a mulher foi questionada pelos agentes e confessou estar com entorpecentes, supostamente maconha, em sua calça.

 

Também no CPP de Franco da Rocha, uma mulher escondeu um invólucro de entorpecente, característico à cocaína, em sua parte íntima para entrar na unidade. De início, a visitante aparentava esconder ilícitos no cós de sua calça, porém ao passar pela revista de scanner corporal, o aparelho acusou anormalidade para a região de sua genitália. Ao ser questionada e em local apropriado, a mesma confessou estar com o entorpecente e o retirou para apreensão e análise.

Guarulhos

No sábado, 30 de junho, os agentes do Centro de Detenção Provisória (CDP) II, de Guarulhos, apreenderam um aparelho celular com uma visitante. A apreensão aconteceu após revista do scanner corporal, que acusou o celular no bolso da blusa da visitante. Ao ser indagada, a mesma disse não saber que o celular estava no bolso e que o havia esquecido.

Hortolândia

 

No sábado, 30/06, na Penitenciária II “Odete Leite de Campos Critter" de Hortolândia, agentes flagram visitantes tentando entrar com dinheiro em espécie dentro dos presídios.

Uma mulher tentou entrar com uma moeda metálica de R$ 0,50. A suspeita de que ela trazia algo metálico surgiu por meio de sua passagem pelo pórtico detector de metais, sendo confirmado pelo escaneamento corporal que ela tinha uma moeda no cós da calça.

Outra visitante também foi flagrada durante procedimento de revista de sua sacola ocultando dentro de um envelope a quantia de R$ 50,00.

Na Penitenciária III de Hortolândia, no sábado, 30/06, agentes encontraram maconha oculta no cós e barra da calça de visitante, companheira de preso da unidade. O flagrante se deu por meio de scanner corporal da unidade.

No domingo, 01/07, no Centro de Detenção Provisória de Hortolândia, visitante foi flagrada pelos agentes da unidade também com ilícito oculto no cós da calça. Desta vez, tratava-se de maconha.

Piracicaba

No sábado, 30 de junho, uma mulher foi surpreendida por agentes tentando entrar na unidade prisional com invólucros contendo um micro celular. O ilícito foi verificado quando a visitante passou por revista no scanner corporal da unidade. Após perceberem uma alteração na imagem, a visitante foi encaminhada por agentes femininas para uma sala reservada onde confessou estar portando o ilícito, retirando de sua genitália um invólucro e entregando para as funcionárias da unidade.

Mairinque

No sábado, 30/06, na Penitenciária de Mairinque, agentes se segurança da unidade localizaram maconha misturada a um pote de achocolatado em pó. O ilícito foi trazido por uma visitante. Questionada, ela alegou que a nora dela, é quem havia comprado o achocolatado e pedido para que a mesma trouxesse.

Capela do Alto

 

No domingo, 1 de julho, na Penitenciária de Capela do Alto, uma mulher foi surpreendida por agentes, na posse de maconha que tentava levar para o interior da unidade prisional oculta em seu órgão íntimo, cuja ocultação foi revelada através das imagens geradas pelo escaneamento corporal.

 

Casa Branca

 No sábado (30/06), durante o procedimento de revista de alimentos, agentes da Penitenciária de Casa Branca encontraram um aparelho celular, enrolado em uma cueca infantil, dentro de uma sacola de roupas que uma visitante pretendia entregar a um detento.

 

Ribeirão Preto

 

Uma mulher foi barrada de entrar no CDP “ASP Nayan Xavier Ribeiro” de Ribeirão Preto por esconder droga em alimento. O material foi encontrado no momento em que agentes de segurança faziam a revista nos materiais da mulher e flagraram um bolo de chocolate recheado de maconha.


Pirajuí

 

No sábado, 30/06, na Penitenciária II “Luiz Gonzaga Vieira” de Pirajuí, durante passagem no body scanner, uma mulher foi flagrada com objeto não identificado na região genital. Ela foi questionada pelas agentes de segurança e acabou confessando que carregava um celular na parte íntima. A visitante foi encaminhada até uma sala separada e retirou um invólucro emborrachado portando um aparelho celular e dois chips que seriam entregues ao seu esposo.

São Vicente

 

Uma mulher foi surpreendida por agentes ao tentar entrar na Penitenciária 2 de São Vicente com entorpecentes e um microcelular em um invólucro introduzido na genitália. O flagrante aconteceu dia 1º de julho, quando foram apreendidos 23 gramas de cocaína, 33 gramas de maconha e o telefone móvel.

 Ao ser submetida ao procedimento de revista mecânica, pelo aparelho de escaneamento corporal, os agentes de segurança da unidade observaram um objeto estranho na região abdominal da visitante. A mulher pretendia entregar o material a seu filho, sentenciado da unidade.

São José dos Campos

 

No sábado, dia 30 de junho, durante o procedimento de revista de alimentos trazidos por familiares aos presos, os agentes de segurança do Centro de Detenção Provisória de São José dos Campos encontraram duas placas de celular e sete centímetros de fio de estanho dentro de um pedaço de carne. A autora do delito é uma mulher que trazia o entorpecente para seu companheiro, detento da unidade. No dia seguinte, a esposa de um preso, foi surpreendida com 22 gramas de cocaína dentro de dois tubos de pasta de dente.

Caraguatatuba

 

No domingo, 01/07, foram apreendidos 20 gramas de maconha escondidos dentro da comida que a companheira de um recluso trazia para o CDP de Caraguatatuba. A visitante foi barrada.

Ribeirão Preto

 

No domingo 01/07, uma visitante confessou ter engolido vários pacotes contendo droga na Penitenciária de Ribeirão Preto. Ela foi flagrada pelo scanner corporal, que detectou objetos desconhecidos na região abdominal. A mulher, esposa de sentenciado, foi levada para um banheiro e evacuou vários invólucros contendo maconha.

 Getulina

 

Na Penitenciária “Osíris Souza e Silva” de Getulina, uma mulher foi surpreendida pelo scanner corporal que detectou objeto nas partes íntimas dela. Quando questionada, a visitante negou que escondia qualquer objeto no corpo, porém, em local reservado, acabou retirando da genitália um invólucro contendo maconha.

Penitenciária II de Serra Azul

 

Uma mulher foi barrada por agentes ao tentar entrar na Penitenciária II de Serra Azul por esconder pacotes com maconha dentro de marmita. O alimento estava em um vasilhame e a droga estava misturada a pedaços de carne e macarrão, que seriam destinados ao seu marido, recluso na unidade prisional.

Flórida Paulista

 

No último domingo, 1 de julho, na Penitenciária “AEVP Cristiano de Oliveira” de Flórida Paulista, agentes notaram algo irregular no par de chinelos trazido por visitante, companheira de preso da unidade, por conta das imagens obtidas quando esta passou pelo aparelho de scanner corporal da unidade. Inicialmente oferecendo resistência, ela acabou entregando o objeto para revista, quando foi localizado entre as camadas do chinelo, algo que aparentava ser entorpecente. Foram localizados: uma porção de cocaína; uma porção de maconha; uma porção de massa amarelada indefinida e oito comprimidos de cor azul.

 Irapuru

 

Na Penitenciária de Irapuru, no sábado, 30/06, companheira de sentenciado da unidade foi supreendida com um micro celular de cor preta nas partes íntimas. O flagrante se deu por meio de scanner corporal do presídio.

Lavínia

 

No sábado, 30/06, na Penitenciária II "Luis Aparecido Fernandes" de Lavínia, durante o procedimento de revista mecânica de imagem por meio de scanner corporal em visitante, o equipamento sinalizou positivamente para a presença corpo estranho na região do quadril. Indagada pelas servidoras, a visitante despiu voluntariamente peça íntima deixando cair duas cédulas de dinheiro no valor de R$ 2,00 cada uma, e ainda, retirou de seu órgão genital oito invólucros plásticos, contendo massa epóxi.

Na Penitenciária I "Vereador Frederico Geometti" de Lavínia, no domingo, 1 de julho, ao passar pelo scanner corporal, foi constatado que uma mulher trazia algo oculto em seu corpo. Ao ser questionada pelas funcionárias que efetuava a revista, a visitante confirmou e retirou no banheiro um invólucro dos órgãos genitais contendo maconha.

Na Penitenciária III "ASP Paulo Guimarães" de Lavínia, uma mulher foi surpreendida por agentes tentando ingressar no domingo, 1/06, com uma porção de cocaína introduzida na genitália.

Junqueirópolis

   

No domingo, 1 de julho, na Penitenciária de Junqueirópolis, agentes encontraram 11 porções de maconha acondicionadas em meio de carne em pedaços trazida por companheira de sentenciado da unidade.

 

No mesmo dia, mais tarde, ao passar por scanner corporal, irmã de sentenciado foi flagrada com algo estranho nas partes íntimas. Questionada, a visitante supracitada retirou uma placa de aparelho do tipo microcelular espontaneamente na presença de duas servidoras.

Outra visitante, companheira de outro sentenciado da unidade, também foi flagrada da mesma forma também tentando entrar com uma placa de aparelho do tipo microcelular.

Martinópolis

Na Penitenciária "Tacyan Menezes de Lucena" de Martinópolis, no sábado, 30/06, companheira de sentenciado tentou ingressar na unidade portando um invólucro, introduzido em sua genitália, contendo um micro aparelho de telefonia celular. No mesmo dia, irmã de outro sentenciado foi flagrada tentando entrar da unidade também com micro aparelho celular da mesma forma.

Mirandópolis

 

Na Penitenciária I "Nestor Canoa" de Mirandópolis, no sábado, 30 de junho, durante procedimento de revista por meio do aparelho body scanner, verificou-se que havia objeto estranho na parte interna do corpo de visitante. A visitante foi encaminhada ao Hospital Estadual de Mirandópolis -HEM, onde foi submetida a exame de Raio X. Após o procedimento, comprovou-se que havia um objeto introduzido em seu corpo, que foi retirado pela própria.

 Pacaembu

  

Na Penitenciária “Ozias Lúcios dos Santos” de Pacaembu, foram realizadas quatro apreensões de visitantes com ilícitos no sábado, 30/06. Todas companheiras de presos da unidade, duas foram flagradas tentando entrar com um celular cada, um ocultando nas partes íntimas. Outra companheira foi flagrada com um conector de fone de ouvido escondido na sacola de alimentos e a última, com cocaína oculta nos genitais.

Tupi Paulista

 

Na Penitenciária de Tupi Paulista, companheira de preso da unidade foi flagrada tentando entrar com uma Carteira Nacional de Habilitação em nome de Leandro Fukumura Monteiro dos Santos ocultada embaixo da palmilha do tênis que usava.

Valparaíso

 

No sábado, 30 de junho, na Penitenciária de Valparaíso, companheira de sentenciado da unidade tentou entrar com um aparelho celular escondido nas partes íntimas. A apreensão se deu por meio do scanner corporal da unidade.

 

Fonte: SAP

http://www.sap.sp.gov.br/