compartilhe>

Após de uma semana de seguidos ataques de uma organização criminosa na cidade de Cuiabá, com motim, morte de preso, ameaças a agentes e ataque direto alvejando o Sindicato dos Servidores Penitenciários do Estado de Mato Grosso (Sindspen), a decisão do governo do Estado foi pela transferência de 135 detentos da Penitenciária Central do Estado (PCE) para unidades no interior.

Segundo a Secretaria Estadual de Justiça e Direitos Humanos (Sejduh-MT), os detentos foram levados para as unidades de Água Boa e Juína, a 631 km e 949 km de Rondonópolis, respectivamente.Parte dos presos, segundo o governo, é considerada de alta periculosidade e são apontados como chefes de organizações criminosas.

Todos os transferidos chegaram ao destino sem ocorrências no caminho. Para a remoção, foram necessários dois ônibus. A operação de transferência teve início no sábado (24). Por causa da ação, as visitas foram suspensas e normalizadas no domingo (25).

Leia em:

https://www.agoramt.com.br/2018/03/apos-ameacas-e-ataques-a-agentes-prisionais-cerca-de-135-presos-sao-transferidos/

https://g1.globo.com/mt/mato-grosso/noticia/apos-motim-morte-de-preso-e-ameacas-a-agentes-detentos-sao-transferidos-de-cuiaba.ghtml