compartilhe>

 

Por meio de um abaixo-assinado, SIFUSPESP e sindicatos de outras categorias do funcionalismo público tentam convencer deputados a elevar verba para a saúde em 2018

 

Funcionários públicos paulistas e integrantes da Comissão Mista Consultiva do Instituto de Assistência Médica ao Servidor Público Estadual(IAMSPE) vão percorrer diversas regiões do Estado para coletar assinaturas de servidores e dependentes do serviço de saúde. O objetivo da medida é sensibilizar os deputados estaduais para que haja a aprovação de mais recursos para o IAMSPE no Orçamento Estadual de 2018.

 

O texto, apoiado pelos servidores do sistema prisional e pelo SIFUSPESP, esclarece que os hospitais credenciados pelo Instituto atendem cerca de 1,3 milhão de pessoas mas que os valores utilizados para bancar os serviços, retirados apenas dos salários dos próprios funcionários públicos paulistas, são insuficientes para atender à demanda, cada vez mais crescente.

 

O abaixo-assinado lembra também que o governo do Estado de São Paulo não oferece qualquer contrapartida aos recursos dispendidos pelos servidores, atualmente equivalentes a 2% de sua remuneração.

 

Dessa forma, o apoio dos parlamentares será fundamental para que, com mais verbas disponíveis para o IAMSPE e um consequente melhor atendimento médico aos servidores e seus familiares, o atendimento prestado ao cidadão paulista também seja cada vez melhor no serviço público, em qualquer área.

 

Dentro do sistema prisional, caberá ao diretor de Saúde do SIFUSPESP, Luiz da Silva Filho, e a outros integrantes do sindicato a missão de visitar diversas unidades e obter apoio dos trabalhadores penitenciários, que dependem muito do bom funcionamento do IAMSPE.

 

O abaixo-assinado também estará disponível em todas as sedes regionais do SIFUSPESP. Veja qual delas fica mais próxima: http://www.sifuspesp.org.br/index.php/quem-somos/regionais

 

Participe e colabore para um serviço de saúde melhor para todos nós!

 

Junte-se à luta! Filie-se! http://www.sifuspesp.org.br/filie-se

Veja se seu nome está na lista dos servidores que deverão aplicar a prova objetiva

 

A Secretaria de Administração Penitenciária(SAP), decidiu alterar a Comissão do Concurso Público para a carreira de Agente de Segurança Penitenciária(ASP) feminino e masculino e assim incluir e convocar novos servidores que serão responsáveis pela aplicação das provas objetivas, a serem realizadas no próximo dia 06/08, um domingo.

 

A informação foi publicada nesta sexta-feira, 28/07, na página 21 do Caderno Executivo I, do Diário Oficial do Estado de São Paulo.

 

Cerca de 135 mil pessoas se inscreveram para o concurso, que será realizado em diversos municípios do Estado e oferece 1.034 vagas, sendo 934 para ASP masculino e 100 para ASP feminino. Os locais das provas serão divulgados no site da MS Concursos, que está organizando o certame, a partir da próxima terça-feira, 01/08.

 

A relação com os nomes dos funcionários que vão aplicar as provas, todos lotados em cargos administrativos da SAP, está disponível a seguir. Confira se você está na lista e em caso de dúvida, entre em contato com a secretaria para saber sobre os procedimentos e horários que vai precisar adotar ao longo do concurso.

 

GABINETE DO SECRETÁRIO

Resolução SAP - 98, de 27-7-2017

Altera a composição da Comissão de Concurso Público desta Pasta e convoca servidores para atuar na aplicação da Prova Objetiva para os cargos de Agente de Segurança Penitenciária de Classe I – Sexo Masculino e sexo Feminino O Secretário da Administração Penitenciária, considerando a realização dos Concursos Públicos para os cargos de Agente de Segurança Penitenciária de Classe I – Sexo Masculino e Sexo Feminino, Editais de Abertura de Inscrições e Instruções Especiais 057/2017 e 058/2017, publicados em 17-05-2017 e retificados em 26-05-2017, resolve:

 

Artigo 1º – Alterar a composição da Comissão de Concurso Público, constituída pela Resolução SAP 040/2016, publicada em 26-02-2016, alterada pela Resolução SAP 036/2017, publicada em 30-03-2017, para incluir e convocar os servidores abaixo relacionados, para atuarem exclusivamente na aplicação da Prova Objetiva para os cargos de Agente de Segurança Penitenciária de Classe I (sexo masculino e sexo feminino), a ser realizada no dia 06 de agosto do corrente exercício, pela MS Concursos, conforme segue:

 

Andreia Moura Menezes – RG 22.000.360-9 – Assistente Técnico V – Local: Bauru;

Alessandra Cristina Arruda – RG 21.691.605-7 – Assistente Técnico II – Local: Campinas;

Denise Cristina Giovanetti – RG 8.543.386-X – Analista Administrativo – Local: Presidente Prudente;

Thaís Tigre de Souza – RG 44.136.498-6 – Analista Administrativo – Local: Presidente Prudente;

Vanessa de Souza Hernandez – RG 23.410.660-8 – Assistente Técnico III – Local: Ribeirão Preto;

Janilda Catai – RG 17.377.349-7 – Assistente Técnico II – Local: São José do Rio Preto.

Viviane Fatima Ferreira Ruiz Alves – RG 29.370.962-2 – Assistente Técnico III – Local: São José do Rio Preto.

Juliana Morais Teodoro – RG 28.572.348-0 – Assistente de Gabinete I – Local: Taubaté.

Andre Luis Bernadete – RG 27.482.731-1 – Oficial Administrativo – Local: São Paulo;

Andrea Fernanda Crudo – RG 23.664.449-X – Assistente Técnico V – Local: São Paulo;

José Benedito da Silva – RG 9.505.504 – Diretor Técnico III – Local: São Paulo;

Karita Midori Sakashita – RG 19.496.490 – Executivo Público I – Local: São Paulo;

Zenilda Marques de Araujo Cruz – RG 20.264.698-1 – Analista Administrativo – Local: São Paulo.

 

Artigo 2º – Convocar os membros abaixo, da referida Comissão, para atuar na aplicação da Prova Objetiva acima citada, conforme segue:

Adriana Gomes Nascimento, RG 30.913.480-8, Assistente Técnico III – Local: Taubaté

Christian Wolfmann, RG 24.88555-2, Assistente Técnico III – Local: Bauru;

Daniela Marinho Nunes Borsetti – RG 24.484.000-3 – Diretor Técnico II – Local: Presidente Prudente;

Marilda Gonçalves – RG 10.396.193-8 – Assistente Técnico de Gabinete II – Local: Sorocaba;

Mario Sergio Jannini - RG 9.547.628, Assessor Técnico de Gabinete – Local: Presidente Prudente.

 

Artigo 3º - Esta Resolução entra em vigor na data de sua publicação.

 

 

Convênios do IAMSPE foram ampliados em Marília e Araraquara(foto)

 

O Hospital Beneficente Unimar, em Marília, e a Santa Casa de Araraquara assinaram contratos para ampliar, por mais 30 meses, o atendimento a servidores que dependem do Instituto de Assistência Médica ao Servidor Público Estadual(IAMSPE).

 

A continuidade do atendimento aos funcionários, incluindo aí os trabalhadores penitenciários, foi definida na última sexta-feira, 21/07, após intensa pressão das comissões consultivas mistas do IAMSPE para que a saúde dos servidores e de suas famílias não fosse prejudicada.

 

O diretor de saúde do SIFUSPESP, Luiz da Silva FIlho, o Danone, afirma que os integrantes das comissões vão seguir pleiteando melhorias no instituto, além de trabalhar para que não haja mais qualquer ameaça de interrupção dos serviços.

 

“Muitas reuniões e debates com os representantes desses hospitais e do governo do Estado foram necessários para que o convênio fosse mantido, e essa é uma luta que o SIFUSPESP fará sempre com o objetivo de atender aos interesses do servidor do sistema prisional”, informou Luiz da Silva Filho.

 

Atendimento

 

O Hospital Beneficente Unimar fica na rua Dr. Próspero Cecílio Coimbra, 80 - Jardim São Gabriel (Cidade Universitária), em Marília. Outras informações sobre o local estão disponíveis no link: http://www.abhu.com.br/hospital/servicos/

 

Já a Santa Casa de Araraquara, que é um hospital de referência na região em mais de 20 especialidades de alta complexidade, atendendo a cerca de 600 mil pessoas de 18 municípios, está na avenida José Bonifácio, 794, no Centro da cidade. O site da Santa Casa pode ser acessado pelo link: http://www.santacasaararaquara.com.br/

 

A empresa MS Concursos divulgou na última sexta-feira, 21/07, o número total de inscritos no Concurso Público para Agente de Segurança Penitenciária(ASP). No total, 134.423 pessoas se candidataram aos cargos na Secretaria de Administração Penitenciária(SAP) - 92.934 homens, que concorrem a 934 vagas, e 41.489 mulheres, que por sua vez tentam uma entre as 100 vagas disponíveis.

 

Na visão do SIFUSPESP, a grande concorrência para os cargos reflete parte da crise econômica que assola o Brasil na atualidade, onde existe grande dificuldade para a busca de empregos - em junho, a taxa de desemprego no país medida pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística(IBGE) atingiu 13,3% da população economicamente ativa, ou o equivalente a 13,8 milhões de pessoas.

 

Por outro lado, a contratação de 1.034 novos servidores que virão a ser aprovados neste concurso poderá suprir em parte o enorme déficit de funcionários dos quadros da SAP e, assim, garantir maior segurança para a administração do sistema prisional paulista, a categoria de agentes penitenciários e a população em geral.

 

Sobre as provas

 

As provas objetivas acontecem no próximo dia 06/08, um domingo, e incluem 50 questões, divididas da seguinte maneira: 25 de língua portuguesa, 15 de matemática e 10 de conhecimentos gerais. O mínimo de pontos exigido para passagem à próxima fase é de 50%.

 

Caso sejam aprovados, os candidatos ainda terão pela frente mais três fases do concurso: Prova de condicionamento físico, avaliação psicológica e comprovação de idoneidade e conduta ilibada na vida pública e na vida privada e investigação social.

 

Os futuros ASPs terão salário inicial de R$2.695,88 + R$ 676,29 referentes ao Adicional de Insalubridade, para uma jornada de 12 h de trabalho alternada com 36h de descanso.

 

Em caso de dúvida sobre o concurso, o candidato poderá entrar em contato com a Empresa MSCONCURSOS, de segunda a sexta-feira, das 9h30min às 12h30min, e das 14h às 18h (horário de Brasília), por meio do telefone (67) 3253-6683 ou do e-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo..

 

Os resultados das provas objetivas serão divulgados no Diário Oficial do Estado.

Presidente do SIFUSPESP, Fábio César Ferreira, em frente à unidade atingida pelo fogo

Detentos do Centro de Detenção Provisória(CDP) I de Pinheiros, na zona oeste de São Paulo, atearam fogo a colchões e provocaram um incêndio na unidade nesta segunda-feira, 24/07.

O fogo se alastrou por pelo menos dois pátios do CDP, mas não houve feridos. O incêndio foi controlado pelo Corpo de Bombeiros no início da tarde. Nenhum agente foi feito refém e nem há feridos entre os servidores.

O presidente do SIFUSPESP, Fábio César Ferreira, que foi até a frente da unidade mas não teve sua entrada permitida, apurou junto aos servidores que não procede a informação publicada pela imprensa de que o incêndio teria sido iniciado depois de os funcionários frustarem uma fuga.

Ferreira aguarda pela autorização da Secretaria de Administração Penitenciária(SAP) para entrar na unidade, onde pretende conversar com os servidores para esclarecer o caso.

A assessoria de imprensa da SAP afirmou ao SIFUSPESP que novas informações sobre o incidente só seriam divulgadas após a diretoria da unidade emitir um posicionamento.

Integrantes do Grupo de Intervenção Rápida(GIR) entraram no CDP para fazer uma blitze, e todos os detentos foram trancados.

Acompanhe as informações atualizadas a respeito da tentativa de fuga pelo site do SIFUSPESP e por nossa página no facebook:www.facebook.com/sifuspespsindicato