compartilhe>

 

 

Novo advogado passará a atender associados da região

 

A sede regional do SIFUSPESP em Mirandópolis mudou os dias em que faz atendimento jurídico a seus associados. A partir da próxima semana, o departamento vai receber os servidores às terças e quartas-feiras, das 9h às 11h. Anteriormente, o atendimento era feito às terças e sextas-feiras, no mesmo horário.

 

Outra alteração importante é quanto ao advogado da sede regional, que agora passará a ser o Dr. Renato Riyuiti Izichi, em substituição à Dra. Alice Matsunaga.

 

Para agendar um atendimento, basta ao associado entrar em contato com a sede regional de Mirandópolis pelo telefone  (18)3701-5395.

 

Agressões contra agentes são atos comuns nas penitenciárias de São Paulo

A situação de agressões sofridas por agentes de segurança penitenciária (ASPs) passou a ser rotineira, entretanto não deve ser banalizada. Nesta quarta-feira (02/08), um ASP no Centro de Progressão Penitenciária (CPP) Ataliba Nogueira.

O agente em questão, relatou ao presidente do Sindicato dos Funcionários do Sistema Prisional do Estado de São Paulo (Sifuspes), Fábio Cesar Ferreira, o Jabá, ter sido agredido por um preso com um “espeto feito de uma escova de dente”, ou seja, uma escova de dentes transformada num objeto pérfuro-cortante.

“O agente foi realizar o procedimento de abertura da cela disciplinar quando os presos o atacaram. Podemos dizer que foi uma tentativa de homicídio. O preso tentou perfura-lo nos olhos, na garganta, entretanto ele conseguiu desvencilhar-se. Mas saiu com vários ferimentos. Os demais presos também partiram para a agressão”, relatou Jabá.

O contato realizado pelo presidente do sindicato com o ASP foi, primeiramente, para colocar o Sifuspesp à disposição de ajudá-lo em qualquer providência necessária a ser tomada.

“Fizemos a orientação para que o funcionário abrisse um Termo Circunstanciado de Ocorrência (boletim de ocorrência), assim como um exame de corpo de delito. Destacamos aqui que é necessário manter nestes casos a preservação de direitos, que o funcionário possa usufruir de licença médica até que se recupere. Ainda é possível e necessário por meios judiciais fazer o pedido de indenização do estado, já que fatos como esse são resultado das péssimas condições de trabalho, superlotação e falta de funcionários”, explicou Jabá.

#ForaTemer #PolíciaPenal #ContraPEC287

FORTALEÇA A LUTA, FILIE-SE: 

http://www.sifuspesp.org.br/index.php/filie-se

Mogi das Cruzes/São Paulo - Uma jovem de 18 anos tentou entrar com drogas no Centro de Detenção Provisória (CDP) de Mogi das Cruzes, durante visita deste domingo (30). Ela carregava 121 gramas de cocaína e 13 comprimidos de ecstasy escondidos na vagina. A moça se mostrou nervosa durante revista íntima e, depois de questionada por agentes, revelou as drogas. A jovem, que ia visitar o marido, foi detida e levada à delegacia.

#ForaTemer #PolíciaPenal #ContraPEC287

FORTALEÇA A LUTA, FILIE-SE:

http://www.sifuspesp.org.br/index.php/filie-se

Leia a matéria na íntegra: http://g1.globo.com/sp/mogi-das-cruzes-suzano/noticia/jovem-tenta-entrar-no-cdp-de-mogi-com-drogas-escondidas-na-vagina.ghtml

Valparaíso/São Paulo - Agentes penitenciários encontraram 176 gramas de pólvora em uma cela da Penitenciária de Valparaíso, no noroeste de São Paulo, nesta quinta-feira (27). Depois da descoberta, 32 presos foram transferidos para a P1 de Presidente Venceslau, no oeste paulista. Todos eles pertenciam à organização criminosa Primeiro Comando da Capital (PCC). Não se sabe o que os detentos planejavam fazer com o explosivo ou como foi obtido.

#ForaTemer #PolíciaPenal #ContraPEC287

FORTALEÇA A LUTA, FILIE-SE: http://www.sifuspesp.org.br/index.php/filie-se

Leia a matéria na íntegra: http://istoe.com.br/32-presos-ligados-ao-pcc-sao-transferidos-apos-polvora-ser-achada-em-cadeia/

Mongaguá e São Vicente/São Paulo - Duas mulheres tentaram entrar com drogas em presídios da Baixada Santista no último fim de semana. O primeiro caso aconteceu no Centro de Progressão Penitenciária (CPP) em Mongaguá, no sábado (22), e outro na Penitenciária II de São Vicente, no domingo (23). Ambas eram companheiras de detentos e carregavam na genitália quantidades de cocaína e/ou maconha. Agentes desconfiaram do comportamento das visitantes que, depois de questionadas, revelavam as drogas que carregavam.
 
 
#ForaTemer #PolíciaPenal #ContraPEC287
FORTALEÇA A LUTA, FILIE-SE: