Em troca do imposto sindical, Sindasp e Força apoiam reforma trabalhista de Temer

+ Notícias
Tipografia

carteirajt1 1Entidades se vendem ao desastroso projeto de terceirização geral com o objetivo de explorar servidores do sistema prisional e de outras categorias

 

Notícia publicada pelo jornal Folha de São Paulo no último sábado, 25/03, afirma que “centrais sindicais” estariam negociando com o governo Michel Temer apoio à proposta de reforma trabalhista e do projeto de terceirização geral irrestrita aprovado pela Câmara na última semana. A contrapartida seria a aprovação, pelo Congresso Nacional, de um projeto que regulamente a cobrança da contribuição sindical obrigatória.

 

A íntegra da matéria está disponível no link: http://m.folha.uol.com.br/mercado/2017/03/1869642-por-volta-de-contribuicao-centrais-oferecem-oposicao-menor-a-reforma.shtml?cmpid=newsfolha

 

Lideram essa campanha vergonhosa a Força Sindical e outras centrais sindicais satélites menores, como a União Geral dos Trabalhadores(UGT), a Nova Central Sindical dos Trabalhadores (NCST) e a Central dos Sindicatos Brasileiros (CSB), que representam apenas 37% dos trabalhadores do país. Uma minoria que quer sugar a maioria e que, além de apoiar a reforma trabalhista, também diminuiria sua resistência à reforma da previdência.

 

O Sindasp, que é filiado à Força Sindical, entra no jogo para novamente atacar o bolso do servidor em sua tentativa desesperada de arrecadação do imposto sindical, cobrando inclusive daqueles agentes penitenciários que NÃO SÃO FILIADOS à entidade.

 

O SIFUSPESP sempre foi e continua sendo contra a cobrança por entender que o funcionário do sistema prisional deve ter o direito e a liberdade de escolher quem é a entidade que lhe representa e, dessa forma, destinar se assim quiser valores para colaborar com o sindicato que vai utilizar esses valores na defesa dos seus direitos, não contra eles.

O segredo do golpe do Sindasp contra o trabalhador está na arrecadação

 

De acordo com dados do Ministério do Trabalho e Emprego(MTE), foram arrecadados em 2016 o equivalente R$3,5 bilhões de reais com a contribuição sindical. Algumas entidades que apoiam a reforma trabalhista de Temer chegam a ter 80% de seu orçamento dependente dessa cobrança.

 

Sem esse dinheiro, essas entidades morrem de inanição. Por isso elas agora aceitam se vender ao governo federal. Para arrecadar e te explorar. Esse tipo de postura representa um verdadeiro teatro dos horrores por parte do Sindasp, que viu em fevereiro o Supremo Tribunal Federal(STF) suspender a cobrança no holerite dos trabalhadores não sindicalizados e agora tenta, a qualquer custo, tomar de assalto a contribuição obrigatória.

 

O resumo da ópera é simples. A Força Sindical, suas entidades filiadas e seu presidente e deputado federal Paulo Pereira da Silva(SDD), o Paulinho da Força, dão aval ao projeto que fere de morte os direitos mais básicos da classe trabalhadora e, em troc,a ganham de “presente” do Congresso o imposto sindical descontado à força do trabalhador.

 

A Força diz na reportagem que cogita até suspender um protesto que faria em 28 de abril contra a reforma trabalhista caso sua demanda seja aprovada pelos deputados e senadores. Apoio mais escancarado que este não existe.

 

Reaja a mais esse ataque contra seus direitos

 

VOCÊ servidor do sistema prisional vai assistir, todos os anos, parte importante do seu salário ser descontado para sustentar e enriquecer uma entidade sindical que defende uma reforma que atenta contra os direitos mais básicos do trabalhador brasileiro!?

 

Uma reforma que permite a terceirização de todas as atividades de uma empresa, que amplia o período dos contratos temporários e que inevitavelmente se estenderá ao sistema público, do qual VOCÊ servidor faz parte. Sua estabilidade financeira e de emprego, suas férias remuneradas, seu FGTS, seu 13º salário e sua aposentadoria estão em jogo.

 

VOCÊ vai aceitar inerte sustentar esta entidade para que ela te faça perder seus benefícios tão duramente conquistados!?

 

O SIFUSPESP tem certeza que VOCÊ, servidor do sistema prisional, não concorda com essa medida e por esse motivo vem a público manifestar total oposição a mais uma manobra desonesta e vil do Sindasp.

 

Em troca de dinheiro, essa entidade que NÃO REPRESENTA o servidor do sistema prisional pode fazer qualquer coisa, principalmente atacar os direitos do trabalhador.

 

Reaja! Lute!

 

Venha para o SIFUSPESP!

 

Entenda porque o SIFUSPESP é contra as reformas trabalhista e da previdência.

 

Leia:

http://www.sifuspesp.org.br/index.php/noticias/4216-camara-rasga-clt-ao-aprovar-terceirizacao-geral-e-irrestrita-2

http://www.sifuspesp.org.br/index.php/noticias/4213-temer-se-isenta-sobre-reforma-da-previdencia-de-servidores-estaduais-e-municipais